Jornal do Brasil

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

País

Anac autoriza 1.973 novos voos para a Copa do Mundo

Portal Terra

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou as companhias aéreas brasileiras a operarem 1.973 voos durante o período da Copa do Mundo, entre junho e julho deste ano. Só na final da Copa do Mundo, deverão ser ofertadas mais 25 mil passagens para os aeroportos do Rio de Janeiro nos dias 12, 13 e 14 de julho.

A rota nacional mais solicitada pelas empresas, em número de passageiros, foi Brasília-Guarulhos, com 262 novos voos. A internacional foi entre o principal aeroporto da Argentina, Ezeiza, e o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Os voos extras ainda ganharão acertos finais com as companhias aéreas e podem sofrer alterações. A Anac não informou o número de novos voos por companhias aéreas, mas as quatro principais empresas do Brasil – TAM, Gol, Azul e Avianca – solicitaram aumentar a frequência das viagens.

Para a abertura da Copa, os aeroportos de Viracopos, em Campinas, e o aeroporto de Guarulhos poderão receber mais 20.004 passageiros, enquanto Brasília poderá receber mais 15.115. Segundo a Anac, as empresas aéreas receberam também autorização para alterar 80 mil voos já existentes para reforçar a malha aérea para a Copa do Mundo.

A TAM é a empresa que fez mais pedidos de voos extras durante a Copa do Mundo. Foram mil viagens extras solicitadas, sendo 850 domésticos. A concorrente Gol não divulgou seus números.

A ampliação da malha aérea durante a Copa do Mundo passou a ser estudada depois de notícias sobre os preços elevados das tarifas. Em outubro, o governo montou um comitê para monitorar preços e serviços praticados durante o Mundial.

O diretor-presidente da Anac, Marcelo Guaranys, afirmou que a autorização para voos ocorre a partir de uma analise da capacidade dos aeroportos para receber mais aviões e das empresas em aumentar a frequência das viagens. Também são avaliadas as capacidades dos terminais para o embarque de passageiros e do controle de tráfego aéreo.

Segundo a Anac, 25 aeroportos serão utilizados para receber os voos, sendo 12 em cidades sede e outros 13 em cidades a pelo menos 200 km de distância do local dos jogos.

Tags: agência, AVIAÇÃO, Civil, Copa, nacional

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.