Jornal do Brasil

Sábado, 24 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

País

PMDB se reúne nesta quarta para analisar reforma ministerial

Portal Terra

Principal partido aliado do PT no governo federal, o PMDB convocou uma reunião para a noite desta quarta-feira na qual avaliará a sinalização da presidente Dilma Rousseff em não ceder mais espaço à legenda na Esplanada. O partido pleiteia uma ampliação no governo federal e admite trocar o ministério do Turismo por outro de maior expressão, como o das Cidades. 

O encontro vai ocorrer na residência oficial do Jaburu e terá como anfitrião o vice-presidente da República – e presidente licenciado do partido – , Michel Temer. São esperados os presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), e do Senado, Renan Calheiros (AL); o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ); os líder do partido no Senado, Eunício Oliveira (CE); o líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Braga (AM); além dos senadores José Sarney (AP), Vital do Rêgo (PB), do deputado Eliseu Padilha (RS), do ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, e do presidente da legenda, senador Valdir Raupp (RO).  

Segundo interlocutores peemedebistas, a reunião servirá para “fazer uma análise da reforma ministerial e definir o posicionamento político do partido”. O balde de água fria jogado pela presidente em encontro com Temer na última segunda não foi bem aceito pelo PMDB. 

Um dos convidados para o encontro do Jaburu disse, em condição de anonimato, que o partido vai discutir hoje as alianças estaduais. PT e PMDB vêm debatendo o assunto há algum tempo para garantir palanque à presidente nos estados onde há rivalidade entre as legendas ou onde o PMDB apoia outra aliança.  Há casos conflitantes em pelo menos sete estados: Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná e Rio de Janeiro. Os peemedebistas negam que uma retaliação venha a ser discutida.

Tags: Governo, aliados, dilma, ministérios, partidos

Compartilhe: