Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

Dilma: Enem dá acesso ao ensino superior de forma democrática

Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (12) que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) garante acesso ao ensino superior de forma democrática, transparente e por mérito do próprio estudante. “Independentemente da renda da família”, ressaltou.

Ela lembrou que a nota da prova vale, por exemplo, como critério para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá o resultado divulgado hoje, e também para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que abre inscrições nesta segunda-feira.

No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma destacou que, este ano, o Sisu oferece 42 mil vagas a mais que em 2013, além de quase mil cursos a mais. Em 2010, segundo ela, eram oferecidas vagas em 180 municípios. Atualmente, 453 cidades contam com campus e universidades públicas participantes do programa.

“A expansão da Rede Federal de Ensino Superior permite que haja grande ampliação na oferta de oportunidades de estudo em todo o Brasil, nas capitais, mas, sobretudo, no interior do Brasil”.

Ainda de acordo com a presidenta, cursos como o de engenharia registraram 25 mil vagas à disposição, número 36% maior que o de 2013. Para os cursos de licenciatura, foram mais de 45 mil vagas (25% a mais que em 2013) e, para cursos de medicina, 2.925 vagas (60% a mais que em 2013).

Dilma lembrou que a Lei de Cotas prevê que as universidades federais e os institutos federais de educação reservem, pelo menos, 25% das vagas de todos os cursos para os estudantes das escolas públicas. Do total das vagas reservadas, uma parte será destinada aos estudantes das escolas públicas com renda até um salário mínimo e meio por pessoa, e para negros e indígenas.

“E temos uma notícia muito boa: as instituições federais foram além e as vagas reservadas para as cotas já estão em 37% de todas as vagas oferecidas pelo Sisu. Se você somar isso às ações afirmativas das próprias universidades, as vagas reservadas para as cotas chegam a 43% das vagas do Sisu. Isso mostra como o Brasil está empenhado em avançar para saldar uma dívida histórica e oferecer oportunidades a todos os brasileiros.”

Sobre o ProUni, que inicia as inscrições hoje, a presidenta destacou que serão oferecidas 190 mil vagas para estudantes que não têm condição de pagar a mensalidade em uma universidade particular. Todo aluno que estudou em escola pública e tem renda mensal até três salários mínimos por pessoa da família pode se candidatar a uma bolsa do programa. As inscrições vão até a próxima sexta-feira (17).

Tags: brasil, educação, ensino, exame, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.