Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

País

SP: mãe e padrasto de Joaquim serão levados para presídio

Portal Terra

A mãe e o padrasto do menino Joaquim Pontes Marques, denunciados pela morte do garoto, serão levados nesta segunda-feira para presídios de São Paulo. A Justiça aceitou o pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público contra eles. 

Natália Ponte e Guilherme Longo voltaram hoje à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), em Ribeirão Preto, para cumprir trâmite legal, antes de serem encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP). Guilherme deve ser encaminhado ao CDP de Tremembé, enquanto Natália deve voltar à cadeia de Franca.

Natália, que havia deixado a cadeia há pouco mais de três semanas, onde cumpria prisão temporária, foi presa novamente no sábado. Ela foi denunciada pelo homicídio triplamente qualificado do próprio filho junto com padrasto do menino. A polícia e o MP acreditam que Guilherme matou Joaquim dentro da casa onde o menino vivia com ele e sua mãe com uma superdosagem de insulina e depois jogou o corpo num córrego. 

De acordo com a denúncia, Natália não participou do crime, mas foi omissa, já que conhecia o comportamento agressivo do acusado e não tomou nenhuma atitude para evitar que o crime ocorresse.  

Tags: menino, morte, país, prisão, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.