Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

País

2014 - astros preveem mudanças na política e avisam: as mentiras serão reveladas

Astrólogos apontam tendências. Obama passará por depressão e Argentina pode ser campeã na Copa

Jornal do Brasil

Momento de mudanças na política, hora da verdade na economia, EUA vulneráveis ao terrorismo e Obama em fase depressiva até agosto. Os astros apontam as tendências para 2014, ano regido por Júpiter que traz forte energia e perspectiva de crescimento. No campo do esporte, a astrologia indica vitória da Argentina na Copa do Mundo, em pleno em solo brasileiro. Será? Para os governantes, um aviso: as mudanças de 2013 continuarão, e farão ainda mais revelações, trazendo à tona o que está escondido. Os governos e seus dirigentes vão ter que se responsabilizar pelos seus erros.

"A regência do planeta Júpiter traz sempre uma perspectiva de expansão e de otimismo. A conjunção de Saturno com a Lua está projetada no mapa do Brasil. Por conta disso teremos momentos de otimismo, momentos de surpresas agradáveis, inclusive na economia, mas também momentos de preocupação, nos quais a tendência será mais restrição e limitação", diz o astrólogo Maurício Bernis, presidente da AstroBrasil, consultor empresarial nas áreas de estratégia, organização e marketing e professor de astrologia.

Maurício Bernis
Maurício Bernis

"Na Mandala, o mapa do Brasil diz que o ano começará de fato no final de março. Este mapa traz uma força ambígua de expansão de crescimento, que vai se projetar mais durante a primeira parte do ano, e uma força de contração e de restrição que irá se projetar mais no segundo semestre. De uma forma geral o ano de 2014 será um ano que podemos inovar, buscar novas soluções. Pode-se encontrar novos caminhos para os negócios e para a vida em geral, eliminando e limpando situações duvidosas, ambíguas. É hora de clareza, de limpeza, hora de dar um rumo concreto, um rumo real, baseado na realidade dos fatos, no sentido de um futuro melhor", completa Maurício.

Já para a astróloga Cellys Medeiros - especializada em Astrologia Karmica, da Alma Empresarial, Numerologia Cabalística, Pitago e Notas Musicais -  Júpiter emana uma energia de forte expansão benéfica, mas também pode ser uma fonte de poder para o mal. "Por isso, devemos alinhar nosso pensamentos, sentimentos e atitudes no caminho do bem e da positividade, sermos otimistas, agirmos com generosidade e gentileza, e termos responsabilidade em tudo, principalmente em reconhecer os erros e desapegar deles. Assim, vamos despertar nossa sabedoria e nossos conhecimentos para aproveitar este ano que promete ser muito benéfico e de grandes oportunidades", avalia.

Cellys Medeiros
Cellys Medeiros

Para Cellys, as transformações de 2013 continuarão, e farão ainda mais revelações: "Tudo que estiver errado, as mentiras, o que estava ainda escondido, vai ser revelado. Os governos e seus dirigentes vão ter que se responsabilizar pelos erros. Com responsabilidade e consciência, o setor financeiro pode melhorar muito, e assim será o começo para desenvolver um mundo melhor neste setor.  O esporte e a educação terão muita expansão e novidades. Não vão faltar oportunidades para o ser humano desenvolver novas conquistas. Lembro que é muito importante manter o controle e não ser impulsivo. Ao contrário, é preciso ser calmo, positivo, pensar no bem que carregamos dentro do nós e no bem que existe em cada ser humano. Fazer só o bem. Assim vamos dar inicio a um mundo melhor."

Maurício Bernis, Cellys Medeiros, juntamente com Alexandre Chut – astrólogo, presidente do Conselho Fiscal Central Nacional de Astrologia, doutor em Acupuntura Chinesa pela Federação Mundial de Medicina Tradicional Chinesa - fizeram previsões a pedido do JB para temas como eleições, economia, Europa, EUA e, claro, a Copa do Mundo. Confira.

>> Eleições no Brasil

Mauricio Bernis - Há uma forte inclinação para o segundo turno entre Aécio Neves e Dilma Roussseff. Os dois têm possibilidade de vitória, com um ligeiro favorecimento para Dilma pela força de Saturno. E essa força conserva o que já vem sendo feito.

Cellys Medeiros: Tanto para presidente como para governador, haverá muitas surpresas. Será um ano de grandes oportunidades para o povo brasileiro começar arrumar a casa, fazendo escolhas benéficas e com responsabilidades para um Brasil melhor. Aqueles que já vêm no caminho de um poder negativo como mentira, os que escondem os erros, serão revelados. Para os que agem no bem, este será um ano de muitas vitórias e destaque.

Luiz Fernando Pezão tem grandes possibilidades, mas vai ter de saber escolher bem suas parcerias, ter cuidado com a comunicação e não se envolver em fofocas. Lindbergh Farias tem tudo para ter o poder se conseguir mudar algumas atitudes. Do contrário, perde, pois é um ano de cortes ou de poder para ele. Anthony Garotinho está com a sorte. É um ano muito bom para ele. Pode até ganhar se for calmo, pegar leve e for responsável e verdadeiro. Já Miro Teixeira pode ter muitos problemas com família e pode ficar inseguro. Do contrário, ganha força e segurança. Marcelo Crivela também tem grandes chances de ganhar, pois está numa ótima fase.

Em São Paulo, Geraldo Alckmin está muito forte e tem tudo para ganhar, mas vai ter de manter as rédeas para não perder o controle, e saber se relacionar melhor. Já Alexandre Padilha também é forte candidato, Está numa fase muito positiva e pode ser o vencedor. Só tem que ter cuidado com amizades e estreitar parcerias.

Alexandre Chut
Alexandre Chut

Alexandre Chut – O atual governo do Rio atua com estratégias e mentes ultrapassadas. Esse processo não terminará no próximo mandato. O próximo governador terá ainda muitos problemas a enfrentar, porque as bases do Rio estão caindo, a exemplo da Perimetral. As mudanças no governo e o modo de pensar, com um governo com pensamentos mais à frente, começarão a acontecer somente a partir de 2020. Artistas e esportistas entrarão no governo, tomados por um excesso de indignação. 

>> Economia no Brasil

Maurício Bernis - No primeiro semestre, haverá momentos de facilidades na economia: ingresso de capital estrangeiro no país, maior circulação financeira e negócios caminhando de uma forma mais fácil. Isso criará uma sensação de que as coisas estão melhores, mas é preciso ter cuidado para não se iludir, pois 2014 não será de fato um ano de crescimento. Será um ano para se ter prudência, um ano no qual as coisas podem parecer melhores do que realmente são. 

No segundo semestre, haverá um efeito de contração, restrição e austeridade, e nós vamos sentir os números reais da economia, que não estarão tão bons como se esperava no primeiro semestre. Será um ano que requer um tanto de atenção, mas os que tiverem negócios concretos, negócios produtivos e negócios ligados a imóveis, poderão se dar bem ao longo deste ano. 

Resumindo: será um ano para colocar os negócios, investimentos e a vida em geral dentro das bases da realidade, dando passes firmes e concretos rumo a um futuro melhor. 

Cellys Medeiros - O Brasil terá grandes oportunidades para ter um começo de melhora na área da saúde, do trabalho e nos relacionamentos sociais. Mas nossos políticos têm que ter muito cuidado e saber dar valor e conforto ao seu povo. Não vai adiantar maquiar tudo. Tem que haver qualidade de vida, assim como um país que abre as portas para receber bem e tratar seu povo em primeiro lugar, com qualidade de vida decente.

>> Economia na Europa

Maurício Bernis -  A economia europeia já começa a dar sinais mais positivos, iniciando, de fato, sua recuperação. Podemos ver a Alemanha à frente, mostrando que já está em equilíbrio e crescendo. Desta forma, trazendo mais equilíbrio a todo a União Europeia. Na verdade, o ciclo astrológico desta crise teve seus início durante a Segunda Guerra e, por isso mesmo, vemos hoje a Alemanha e a França sendo os pivôs da recuperação econômica da Europa. De fato, a recuperação econômica terá seu êxito em 2015, quando os ciclos astrológicos se modificam.

Alexandre Chut - A sobrevivência do euro dependerá muito de decisões tomadas em maio de 2014. Atentados e crises em países não afetarão em nada o euro. Após esse período, 2016 deverá ser promissor.

>> EUA e Obama 

Mauricio Bernis- Do ponto de vista da economia, os sinais de melhoria já se fazem presentes, mas ainda não será o momento de grande otimismo. O presidente Obama estará em evidência e com boa popularidade, mostrando austeridade em seus atos. Contudo, o mapa astrológico para 2014 - para os EUA - apresenta pontos críticos fortes, com possíveis conflitos bélicos ou problemas de ataques terroristas. É um ano com força bélica, ou riscos de acidentes escala grande.

Cellys Medeiros - Até o mês do aniversário de Obama (4/8), ele vai buscar novos conhecimentos para ganhar mais poder. Vai fazer muitos contatos com países que possam lhe dar ganhos em suas ambições. Depois, pode ganhar muita expressão social e financeira. Mas vale lembra que ele deve ser positivo, e que Obama está passando por uma fase muito depressiva até agosto de 2014.

Alexandre Chut - Em 2014, os EUA estarão num processo interno de mudanças. Haverá transformações no setor administrativo e na economia. Haverá tensões e mais investimentos. Isso tudo a partir de abril de 2014. O EUA sofrerão com terrorismo ou acidentes internos.

>> Copa do Mundo 

Maurício Bernis - Vencerá um time tradicional: Itália, Argentina, Alemanha ou Brasil. Um time que já venceu, um time que está sempre à frente nas pesquisas. Segundo as análises, a Argentina está mais à frente e poderá ser a campeã. 

Cellys Medeiros - Tendo respeito e responsabilidade com seu povo, o Brasil pode ganhar mais credibilidade nas relações com os outros países. Se não, ficará envergonhado, o que vai ser uma pena. Mas vamos confiar no bem!

Alexandre Chut - A Argentina está passando pelo mesmo processo de quando ganhou a Copa do Mundo com Maradona. Messi está muito bem. A seleção é forte candidata ao título.

Brasil poderá ter problemas com desconcentração na preparação para Copa. Conflitos poderão fazer a seleção se perder no meio da competição. O Brasil não pode abrir portas para a “oba, oba”. Neymar estará em boa fase. Uma seleção já campeã ganhará novamente. Nada de surpresas quanto ao campeão. A Alemanha figura com uma seleção forte ao título.

Tags: 2014, astrologia, brasil, Planeta, Previsão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.