Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

SP registra 349 mortes em assaltos entre janeiro e novembro

Portal Terra

De janeiro a novembro deste ano 349 pessoas foram assassinadas no Estado de São Paulo, vítimas de assalto, o que representa uma média aproximada de um caso por dia. Em novembro, foram 26 mortes, o menor número mensal registrado no ano, igualado a setembro. Neste ano, o mês com o maior número de vítimas foi maio, com 38. No total, foram 343 casos, que totalizaram 349 vítimas. Desse total, 132 pessoas foram mortas na capital do Estado, em 129 casos.

Na série histórica disponibilizada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, iniciada em 1996, o pior momento foi o ano de 1999, em que foram contabilizados quase dois crimes de latrocínio por dia. Naquele ano, foram 670 registros. Até 2004 as estatísticas apontavam apenas o número de crimes em que pessoas foram mortas e não o total de vítimas, que passa a fazer parte dos levantamentos somente a partir do ano seguinte.

Desde 2005, números mostram que o ano com o menor número de registros foi 2010, com 255 mortes em assaltos. A partir daí, os números cresceram para 329 em 2011 e 353 em 2012.

Em nota, o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, atribui a redução do indicador a medidas concretas adotadas durante o ano, como as reuniões bimestrais com os chefes das polícias para discutir ações integradas, o investimento em inteligência, incluindo a implantação do Ragisp – relatório que fornece uma espécie de mapa do crime -, e a valorização das carreiras policiais. 

"São ações que visam, principalmente, as áreas de inteligência, investigação e integração entre as polícias. Só assim poderemos combater a criminalidade de forma eficiente", afirmou o secretário.

Tags: Assalto, assassinadas, pessoas, pública, segurança, Vítimas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.