Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

Renan Calheiros ressalta legado das manifestações em pronunciamento

Presidente do Senado destacou que mais medidas foram votadas neste ano que no anterior

Jornal do Brasil

O presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) fez um pronunciamento em cadeia nacional na noite desta segunda-feira (23/12), no qual aproveitou para destacar as ações do Congresso Nacional neste ano, principalmente após manifestações do primeiro semestre. Para ele, o ano contou com amadurecimento da democracia. "Dois mil e treze entrará como o ano das mudanças nas instituições brasileiras", declarou.

Na ocasião, Renan destacou que os brasileiros pediram serviços públicos de qualidade nos protestos deste ano e que, logo após as manifestações, em menos de 20 dias, o Congresso conseguiu aprovar "leis modernas" para a população. 

Entre as conquistas deste ano, Renan destacou a eliminação do 14° e 15° salário a parlamentares, exigência de ficha limpa aos servidores, perda automática de mandato de parlamentares por improbidade administrativa ou crime contra a administração pública, o fima da aposentadoria como prêmio para juízes e promotores condenados, e o fim do voto secreto para cassação e vetos. 

Ressaltou ainda, entre outras questões, a garantia de mais direitos às domésticas, aposentadoria especial a deficientes, royalties à educação e saúde, e o estatuto da juventude, que permitiu mais direitos como a meia-entrada.

"[Provamos que] É possível fazer mais com menos, sem comprometer o funcionamento da casa. Tivemos mais leis votadas que no ano anterior", comentou o presidente do Senado no acerto de contas do Congresso. 

Renan aproveitou ainda para falar da economia e R$ 260 milhões com o corte de gastos, que pode ser revertido em projetos sociais, e extinção e bloqueio de funções comissionadas, que representavam 30% dos cargos.

Tags: balanço, CONGRESSO, Medidas, pronunciamento, renan

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.