Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

País

Pedro Corrêa pede para cumprir pena perto de pousada da mulher

Portal Terra

O ex-deputado do PP Pedro Corrêa pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira para cumprir pena na cidade de Jataúba, perto da localidade onde a mulher do condenado no julgamento do mensalão possui uma pousada. Corrêa, que é médico, afirma ter obtido uma proposta de emprego na região, onde receberia salário de R$ 5 mil.

Ex-presidente do PP, Pedro Corrêa foi condenado a sete anos e dois meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, o que daria a possibilidade de iniciar o cumprimento em regime semiaberto. Ele poderia trabalhar durante o dia e voltar para a cadeia para dormir.  O ex-deputado já havia solicitado anteriormente ao STF para ser transferido ao Recife, onde sua família reside.

No pedido, Pedro Corrêa apresentou um ofício da Polícia Militar de Pernambuco que confirma a existência de vaga na Cadeia Municipal de Jataúba. Também anexou documentos comprovando que a mulher dele, Maria Adélia Corrêa, é proprietária da Pousada Solar da Paixão, na localidade de Brejo da Madre de Deus. O ambulatório no qual o ex-deputado trabalharia fica em Santa Cruz do Capiberibe, cidade próxima dos outros dois municípios.

Preso desde o último dia 5, Pedro Corrêa afirma que há risco em sua permanência no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde ocorreu uma ameaça de rebelião após a prisão de condenados do mensalão.

Tags: Mensalão, pedro, réus, Supremo, transferência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.