Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

Fim de doações privadas para campanhas políticas tem quatros votos no STF

Agência Brasil

São Paulo – O vereador de São Paulo Gilberto Natalini (PV) protocolou hoje (12) um pedido de instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Câmara Municipal para investigar as fraudes fiscais na prefeitura envolvendo o Imposto sobre Serviços (ISS). No esquema, auditores fiscais do município cobravam propina de empresas para diminuir o valor do imposto que deveria ser recolhido aos cofres do município.

Depois de protocolado o pedido, o vereador terá agora que coletar 28 votos favoráveis, dentre os 55 vereadores que compõem a Câmara Municipal paulistana, para a abertura da CPI. “Estou convicto de que a Câmara Municipal deve investigar esta máfia que desviou dinheiro dos cofres públicos, verba que poderia ser usada na educação e na saúde”, disse Natalini, que conseguiu recolher as 19 assinaturas necessárias para dar entrada no pedido de CPI.

Segundo o promotor de Justiça Roberto Bodini, o esquema pode ter envolvido 410 empreendimentos, entre construtoras, shoppings e até hospitais. A prefeitura, o Ministério Público e a Polícia Civil, que investigam o caso, estimam que até R$ 500 milhões tenham sido desviados da prefeitura paulistana com o esquema criminoso.

Tags: campanha, doação, eleição, eleitorais, empresas, são paulo, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.