Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

País

SP: promotoria cita deputados do PSDB em desvio de dinheiro na área da Saúde

Portal Terra

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Sorocaba, no interior de São Paulo, afirmam que os deputados estaduais Carlos Bezerra Jr. e João Caramez, do PSDB, recebiam mesada em um esquema de desvios de recursos da saúde em oito cidades em três Estados. As denúncias da Operação Athenas apontam para o desvio de um montante de pelo menos R$ 7,5 milhões por meio da ação de entidades contratadas para gerir hospitais. Foram denunciados 61 empresários, médicos, administradores e servidores públicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Bezerra e Caramez não estão entre os denunciados porque detêm foro privilegiado no âmbito criminal - são julgados diretamente pelo Tribunal de Justiça (TJ) - e só podem ser investigados pela Procuradoria-Geral do Estado. Os nomes dos dois parlamentares são mencionados nas páginas da acusação que descrevem as atividades do empresário Fábio Carone, apontado como controlador de duas entidades privadas de saúde - Sistema de Assistência Social e Saúde (SAS) e Instituto SAS (ISAS) - que teriam desviado valores destinados a hospitais.

Segundo o Gaeco, Bezerra teria recebido dinheiro da quadrilha entre 2001 e 2011, quando foi vereador de São Paulo. Um dos trechos da acusação cita, inclusive, que Carone “custeou, com recursos desviados da área da saúde, o jantar em comemoração ao aniversário do deputado João Caramez". Na investigação, o Ministério Público apreendeu R$ 1 milhão em dinheiro vivo na casa do empresário. Os promotores sustentam que ele pagava propinas a servidores públicos e bancava campanhas eleitorais de políticos de cidades como Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Vargem Grande e Americana.

Tags: Bezerra, dinheiro, quadrilha, recebido, segundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.