Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

País

Alves pede a Dilma que não vete o orçamento impositivo

Jornal do Brasil

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou nesta terça-feira que, quando a presidente Dilma Rousseff voltar amanhã da África do Sul vai reforçar um pedido para que o governo não vete a parte da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que trata do orçamento impositivo.

Alves lembrou que o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do assunto foi aprovado no Senado com a participação do governo, mas que ela foi desmembrada na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e que ainda não foi possível superar esse impasse. “Espero que haja entendimento, e que o processo seja consolidado com a aprovação da PEC em fevereiro”.

Ele ressaltou também que vai solicitar a Dilma para que seja retirada a urgência constitucional dos projetos que trancam a pauta. “Não tenho o poder de destrancar a pauta, só quem pode retirar a urgência é o Executivo. Isso será um desgaste para a Casa”.

Se for retirada a urgência, ele pretende fazer mutirão na semana que vem – de segunda a quinta – para votar matérias importantes que estão prontas.

Informações da Agência Câmara

Tags: 2014, deputados, ORÇAMENTO, plenário, vetos, votações

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.