Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

País

SP: amigo de canadense morto em assalto diz que vítima não reagiu

Portal Terra

O canadense de 46 anos morto a tiros durante um assalto na via Anchieta, em Cubatão (SP), não esboçou qualquer reação. A informação foi dada à polícia pelo amigo inglês Paul Adrian Carver, 40 anos, que acompanhava a vítima no automóvel Voyage interceptado por criminosos na tarde de sábado no km 52 da rodovia.

Os dois são empresários do ramo de agronegócio. O inglês contou em depoimento que ele e Dean Willian Tiessen foram ao Guarujá, litoral paulista. Por volta das 14h40, retornavam para o hotel onde estavam hospedados, em Guarulhos, quando foram abordados. 

Segundo o amigo, Dean dirigia lentamente o carro alugado quando um outro veículo de cor branca com três ocupantes emparelhou e seus ocupantes ordenaram que parassem no acostamento. Eles obedeceram e, em seguida, o trio passou a revistá-los e a roubar os seus pertences. De repente, o empresário inglês ouviu o disparo e viu os criminosos fugindo e deixando Dean caído.

Ele ressaltou no depoimento que o canadense não reagiu ao assalto. A morte do canadense foi constatada por um médico da ambulância da empresa responsável pela rodovia. O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) e é investigado pela delegacia de Cubatão.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Santos. Um representante do consulado geral do Canadá esteve na delegacia informando que será o responsável legal pelo translado do canadense ao país de origem. 

Tags: estrada, estrangeiro, morte, SP, turista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.