Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

País

Mensalão: STF decreta prisão de Costa Neto e mais três

Jornal do BrasilLuiz Orlando Carneiro

O ministro Joaquim Barbosa, relator da ação penal do mensalão, decretou, nesta quinta-feira (5/12), a prisão (“execução das penas”) de mais quatro condenados: Vinicius Samarane, ex-vice-presidente do Banco Rural (8 anos, 9 meses e 19 dias, regime fechado); deputado Valdemar Costa Neto, do PR-SP (7 anos e 10 meses, semiaberto); ex-deputados Bispo Rodrigues, do ex-PL-RJ (6 anos e 3 meses, semiaberto) e Pedro Corrêa, do PP-PE.

Assim, 15 dos 25 réus condenados e apenados no fim do ano passado, na Ação Penal 470, estarão recolhidos a presídios. Os homens devem continuar nas dependências do Presídio da Papuda, no Distrito Federal, destinadas especialmente aos que estão em regime fechado e aos que cumprem a pena no semiaberto. 

As mulheres (Simone Vasconcelos,ex-sócia de Marcos Vaério) e Kátia Rabello (ex-presidente do Banco Rural) devem ser transportadas para Belo Horizonte, nas próximas horas, assim como Vinicius Samarane. O ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato (12 anos e 7 meses, regime fechado) continua foragido.

José Genoino continua em prisão domiciliar provisória, por razões de saúde, até que seja decidida ou não a manutenção deste regime mais brando do que o semiaberto ao qual foi condenado (6 anos e 11 meses).

Tags: federal, Mensalão, penas, Supremo, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.