Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

Vazamento de investigação gerou desconforto no Cade, diz procurador

Portal Terra

O procurador-chefe do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) Gilvandro Vasconcelos de Araújo, que está terminando seu mandato e agora é indicado para vaga de conselheiro, revelou nesta terça-feira, em reunião em que a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do senado aprovou três nomes indicados pelo governo para compor o órgão, que houve desconforto na autarquia com o vazamento das informações sobre o suposto cartel metroviário em governos do PSDB em São Paulo. As informações são da Agência Senado.

“Posso assegurar que o Cade e todos os seus agentes, os procuradores, gestores e todos os servidores efetivos que trabalham diuturnamente nos processos e sabem a importância de se dar efetividade à defesa da concorrência dentro dos crivos estão incomodados com a publicização”, disse.

Os políticos do PSDB foram relacionados ao cartel a partir de denúncia de um ex-diretor da Siemens. O partido acusa o PT de usar a denúncia para abafar o caso do mensalão e questiona a atuação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que teria enviado material recebido de deputado do PT de São Paulo para a Polícia Federal, embora as investigações fossem da esfera da Procuradoria-Geral da República. O partido já vinha também denunciando que o atual presidente do Cade, Vinícius Carvalho, omitiu do currículo apresentado ao Senado, quando sua indicação passou pela Casa, que havia atuado como chefe de gabinete do mesmo deputado petista.

Para o atual posto de Gilvandro, está sendo indicado Victor Santos Rufino, hoje seu adjunto na Procuradoria Especializada junto ao Cade. O terceiro nome em exame é o de Márcio de Oliveira Júnior, consultor do Senado, designado para vaga no conselho, por três anos. Os três receberam aprovação unânime, com 17 votos. Agora as indicações seguirão para o Plenário, com pedido para exame com urgência, feito pelo senador José Pimentel (PT-CE).

Tags: cartel, denúncia, Metrô, siemens, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.