Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

País

Testemunhas de defesa no caso do acidente da TAM depõem em São Paulo

Agência Brasil

São Paulo – As oitivas sobre o caso do acidente com o avião da TAM, em 2007, prosseguem na tarde de hoje (3) com o depoimento de quatro testemunhas de defesa, arroladas pelos advogados dos três réus. Cinco testemunhas haviam sido convocadas para o depoimento desta tarde, mas a defesa dos réus retirou uma delas.

As oitivas de hoje tiveram início por volta das 15h30, no Fórum Federal Criminal em São Paulo, na região da Avenida Paulista. As quatro testemunhas de defesa são os aeronautas Miguel Dau e Paulo Lobato Costa Junior, o procurador federal Paulo Roberto Gomes de Araújo e o engenheiro aeronáutico Ruy Antonio Mendes Amparo.

Entre os dias 11 e 13 de novembro, sete testemunhas de defesa foram ouvidas pelo juiz Márcio Assad Guardia, da 8ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Novas testemunhas de defesas serão ouvidas nos dias 6 e 9 de dezembro.

Após esta etapa, a próxima fase é a dos depoimentos dos réus, que ainda não foi agendada pela Justiça Federal.

Respondem ao processo a ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Denise Abreu; o então vice-presidente de operações da TAM Alberto Farjeman; e o diretor de Segurança de Voo da empresa na época Marco Aurélio dos Santos de Miranda e Castro. Eles foram denunciados pelo Ministério Público por “atentado contra a segurança de transporte aéreo”, na modalidade culposa.

No acidente da TAM, em julho de 2007, 199 pessoas morreram após o avião não ter conseguido pousar no Aeroporto de Congonhas, ocorrendo choque contra um edifício da própria companhia aérea, que ficava localizado próximo ao aeroporto.

Tags: acidente, avião, queda, SP, TAM

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.