Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

País

SP: pai de desaparecido em desabamento acredita que filho esteja vivo

Portal Terra

O pai do ajudante-geral Edenilson de Jesus do Santos, que está desaparecido desde o desmoronamento de um prédio em construção ocorrido na noite desta segunda, em Guarulhos (SP), disse acreditar que o filho ainda esteja vivo, sob os escombros. “A esperança é que consiga resgatar ele com vida”, disse Gildásio Paulo Jesus Santos, que tem certeza da presença do filho na obra.

“Ele estava na obra, tenho certeza. O colega dele saiu para fazer compras e ele ia tomar banho”, relatou. Segundo o Corpo de Bombeiros, um chuveiro foi encontrado ligado no meio dos escombros, o que pode comprovar a versão de que Edenilson realmente estivesse tomando banho na hora do desmoronamento.

Bombeiros procuram por desaparecido em obra que desabou em Guarulhos
Bombeiros procuram por desaparecido em obra que desabou em Guarulhos

A família do operário disse que ele morava no local durante a semana e, somente nos dias de folga, ia para casa de uma irmã. O irmão de Edenílson, Edivaldo Jesus do Santos, que também trabalhava na obra, disse acreditar que rachaduras recorrentes contribuíram para o desabamento do prédio.

“Não só eu (sabia das rachaduras), como ele e todos os outros trabalhadores sabiam. Víamos as rachaduras e sempre falávamos com o encarregado, mas parece que eles não tinham ciência da gravidade do problema. Assim como nós também não tínhamos. Sempre falávamos e eles(supervisores) mandavam restaurar. Fazíamos em um dia e no dia seguinte a rachadura aparecia de novo”, falou.

O ajudante de pedreiro André Rodrigues Santana, 25 anos, disse que também já havia avisado a seus superiores sobre o problema. "Eu já tinha percebido as rachaduras. Todo mundo falou que esse prédio uma hora ia cair. Todo mundo estava sabendo. Tinha trincas nas paredes e já tínhamos avisado os mestres da obra", afirmou ele.

Santana trabalhava na obra do prédio havia seis meses. Ontem, ele deixou a construção por volta das 18h, cerca de uma hora antes de a estrutura desmoronar.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil ainda trabalhavam no local por volta das 10h30 desta terça-feira. Com a ajuda de cães farejadores, a equipe de resgate tenta encontrar o operário desaparecido.

Tags: bombweiros, Desaba, edifício, Operário, soterrado

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.