Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

País

Bombeiros que combateram incêndio no Memorial permanecem na UTI

Agência Brasil

Três bombeiros continuam internados em estado grave na UTI do Hospital das Clínicas (HC), após o incêndio que atingiu o Auditório Simón Bolívar, do Memorial da América Latina, na última sexta-feira (29). De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o quarto bombeiro que também estava na UTI foi transferido na manhã de hoje (3) para a enfermaria, com quadro estável. A operação de combate ao fogo e rescaldo durou cerca de 15 horas, terminando no sábado (30), e envolveu mais de 100 bombeiros.

De acordo com a Defesa Civil, o laudo de interdição foi expedido pela subprefeitura da Lapa e entregue no sábado (30), interditando por tempo indeterminado somente o auditório. O risco de a estrutura desabar já foi descartado, mas existem restos de vidraças no piso e ferragens à mostra que podem causar ferimentos. Hoje de manhã, uma equipe do Instituto de Pesquisas Tecnológicas fez uma vistoria preliminar na estrutura para avaliar as condições.

Segundo a assessoria do Memorial da América Latina, as chamas causaram danos em pelo menos 90% do auditório. O espaço tem capacidade para 1,8 mil pessoas e é decorado por uma tapeçaria de 800 metros quadrados da artista plástica Tomie Ohtake. A obra foi destruída, mas ainda não há uma avaliação completa dos prejuízos.

Com área de 84,5 mil metros quadrados e projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, o Memorial da América Latina fica no bairro da Barra Funda, na zona oeste paulistana. O complexo é dedicado a manifestações artísticas e científicas ligadas à identidade latino-americana. O conceito e o projeto cultural foram desenvolvidos pelo antropólogo Darcy Ribeiro.

Tags: combatem, feridos, Fogo, internação, militares

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.