Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

País

Bombeiros que combateram incêndio no Memorial permanecem na UTI

Agência Brasil

Três bombeiros continuam internados em estado grave na UTI do Hospital das Clínicas (HC), após o incêndio que atingiu o Auditório Simón Bolívar, do Memorial da América Latina, na última sexta-feira (29). De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o quarto bombeiro que também estava na UTI foi transferido na manhã de hoje (3) para a enfermaria, com quadro estável. A operação de combate ao fogo e rescaldo durou cerca de 15 horas, terminando no sábado (30), e envolveu mais de 100 bombeiros.

De acordo com a Defesa Civil, o laudo de interdição foi expedido pela subprefeitura da Lapa e entregue no sábado (30), interditando por tempo indeterminado somente o auditório. O risco de a estrutura desabar já foi descartado, mas existem restos de vidraças no piso e ferragens à mostra que podem causar ferimentos. Hoje de manhã, uma equipe do Instituto de Pesquisas Tecnológicas fez uma vistoria preliminar na estrutura para avaliar as condições.

Segundo a assessoria do Memorial da América Latina, as chamas causaram danos em pelo menos 90% do auditório. O espaço tem capacidade para 1,8 mil pessoas e é decorado por uma tapeçaria de 800 metros quadrados da artista plástica Tomie Ohtake. A obra foi destruída, mas ainda não há uma avaliação completa dos prejuízos.

Com área de 84,5 mil metros quadrados e projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, o Memorial da América Latina fica no bairro da Barra Funda, na zona oeste paulistana. O complexo é dedicado a manifestações artísticas e científicas ligadas à identidade latino-americana. O conceito e o projeto cultural foram desenvolvidos pelo antropólogo Darcy Ribeiro.

Tags: combatem, feridos, Fogo, internação, militares

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.