Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

País

Obra do Itaquerão é retomada após acidente que deixou dois mortos

Agência Brasil

São Paulo - As obras do estádio do Corinthians foram retomadas hoje (2) com todo o efetivo de 1.350 trabalhadores. As atividades ficaram suspensas durante três dias – por motivo de luto – após a queda de um guindaste, na quarta-feira (27), que provocou a morte de dois operários. No início da manhã, os trabalhadores fizeram uma oração, como de costume. O Itaquerão, como é conhecido, sediará a abertura da Copa do Mundo de 2014 mais cinco jogos da competição, em junho do próximo ano.

As obras ficarão concentradas nos prédios oeste, norte e sul, arquibancadas e gramado. Estão interrompidas as atividades no prédio leste, onde ocorreu o acidente, que corresponde a 10% do estádio. A área está interditada pela Defesa Civil e só poderão ser feitas obras emergenciais, mediante permissão. De acordo com a Odebrecht, construtora responsável pela obra, a previsão de entrega do Itaquerão era dezembro deste ano. Ainda não foi informada nova data para a conclusão dos trabalhos.

Também não haverá operação com guindastes em razão da interdição da Superintendência do Ministério do Trabalho em São Paulo, feita no dia seguinte ao acidente. As nove máquinas usadas na obra serão liberadas somente após a construtora apresentar documentos que comprovem a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos, adoção de procedimentos de segurança e treinamento dos trabalhadores que operam esse tipo de equipamento.

A construtora informou que na zona oeste da obra pisos e paredes serão revestidos, vidros, colocados, camarotes, pintados, e o sistema elétrico e hidráulico, instalado. Não houve alteração do cronograma de implantação dos assentos definitivos nas arquibancadas, o qual terá continuidade hoje. Aproximadamente 26 mil cadeiras estão instaladas. As atividades de manutenção do gramado também segue a rotina conforme o planejado. Nos setores sul e norte, também serão feitos serviços de acabamento e instalações.

Tags: acidente, Copa, estádio, morte, obra

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.