Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

País

PE: corpo de ex-ministro da Justiça chega à Assembleia Legislativa

Jornal do Brasil

O corpo do ex-ministro da Justiça e ex-deputado federal Fernando Lyra chegou à Assembleia Legislativa de Pernambuco na tarde desta sexta-feira. Recebido por diversas autoridades, familiares e amigos, o corpo era velado no Plenário. O ex-ministro morreu nesta quinta-feira, em São Paulo, por falência múltipla de órgãos

O vice-governador de Pernambuco, João Lyra Neto, irmão do ex-ministro, e o presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa (PDT), acompanharam a cerimônia ao lado de diversos parlamentares. Guilherme Uchoa afirmou que “Pernambuco está de luto com a perda de um dos maiores parlamentares do País, que atuou por sete mandatos no Congresso Nacional, representando o Agreste do Estado”. Já a deputada estadual Raquel Lyra (PSB), sobrinha do ex-ministro, falou sobre a participação importante do tio na luta pela redemocratização. Para a parlamentar, ele foi “um exemplo de homem público e extremamente dedicado à família”. 

Doença

O ex-ministro morreu na tarde desta quinta-feira no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo em decorrência de falência de múltiplos órgãos. Segundo o hospital, a hora da morte foi às 16h50.

Lyra estava internado no Incor desde o dia 5 de janeiro para o tratamento de uma “descompensação de insuficiência cardíaca congestiva grave”, que o acometia há aproximadamente 20 anos. Além disso, ele passou por um quadro de infecção sistêmica e insuficiência renal aguda.  

Luto

O governador de Pernambuco Eduardo Campos decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-ministro. Em nota de pesar, o governador expressou seus sentimentos pelo político.

Em nota oficial, a presidente Dilma Rousseff também lamentou a morte de Fernando Lyra, um dos "mais expressivos defensores" da democracia brasileira. "Primeiro ministro da Justiça da redemocratização, Lyra foi o responsável pelo fim da censura oficial, passo fundamental na reconquista da liberdade de expressão no País", disse a presidente.

Classificando o ex-ministro de "exímio articulador político", Dilma destacou a "atuação relevante" de Lyra na Assembleia Constituinte, representando "com brilho os eleitores de Pernambuco na Câmara dos Deputados por 28 anos". "Em nome de todas as brasileiras e de todos os brasileiros, apresento meus votos de pesar a sua mulher, Márcia, suas três filhas, familiares e amigos, neste momento de dor", concluiu Dilma.

Portal Terra


Tags: brasil, da, deputado, enterro, federal, fernando, justiça, lyra, ministra, morte, nacional, país, política, velório

Compartilhe: