Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

País

Mulher é presa suspeita de mandar sequestrar o marido médico em SP 

Portal TerraGéro  Bonini

Uma mulher de 29 anos foi presa nesta sexta-feira por organizar o sequestro do próprio marido, um médico de 41 anos, de Botucatu, a 264 km de São Paulo. De acordo com informações da Polícia Militar, Frank Emerson Sato foi abordado por duas pessoas quando saía do Pronto Socorro de Anhembi (SP) - região de Botucatu - na noite de quarta-feira.

Com um capuz colocado na cabeça e os braços e pernas amarrados, Sato foi levado a um cativeiro, no bairro Santa Mônica, em São Manuel (SP), onde ficou sob a mira de revólveres. Enquanto isso, os sequestradores negociavam com o pai da vítima, pedindo R$ 100 mil para o resgate.

A Polícia descobriu que a mulher do médico estava envolvida após ela prestar dois depoimentos. Na primeira vez em que foi à delegacia, na quarta-feira, a estudante de Direito Deise Fernanda Bertolo, 29 anos, estava com um ferimento no olho. Ela disse que estava junto com o marido no momento em que ele foi sequestrado e que foi agredida e abandonada em um matagal pelos criminosos.

Já no segundo depoimento - no dia seguinte - os policiais estranharam que o ferimento no olho dela havia desaparecido. Suspeitando da mulher, o titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Botucatu, Celso Olindo, interrogou Deise, que confessou ser a mentora do sequestro e que estava pedindo R$ 100 mil para libertar o marido, com quem é casada há 10 anos.

A mulher revelou o local onde Frank Emerson Sato estava preso. Quando a polícia chegou, na madrugada de hoje, duas pessoas armadas (Fabiana Tomazini, 33 anos, e Patrik Santos de Oliveira, 20) tomavam conta do cativeiro.

Deise Bertolo ainda entregou o nome de outros três envolvidos no sequestro. José Severino Lopes "Zelão", 47 anos, Alessandra Tomazini, 35, e Claudio Marcio Souza, 34, se juntaram à mulher do médico e a Fabiana e Patrick e todos foram presos.

A vítima não foi ferida. Deise Bertolo, Alessandra Tomazini e Fabiana Tomazini foram levadas à Cadeia Feminina de Itatinga. José Severino Lopes, Cláudio Souza e Patrick Santos de Oliveira foram presos na Cadeia Pública de São Manuel.

Em seu perfil no Facebook, a estudante informava ser casada e que nunca "tinha imaginado ser tão feliz". "Deus me apresentou o melhor marido do mundo", postou Deise na rede social.

Tags: crime, médico, mulher, SEQUESTRO, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.