Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

País

Brasileira é condenada por forjar ataque de neonazistas na Suíça

Jornal do Brasil

Portal Terra

ZURIQUE - A Justiça de Zurique considerou culpada a advogada brasileira Paula Oliveira, 26 anos, por ter mentido à polícia suíça de que havia sido vítima de um ataque de neonazistas, em fevereiro. Ela terá de pagar uma multa, cujo valor ainda não foi divulgado. A informação é do jornal suíço 20 minuten.

A brasileira afirmou à polícia local que estava grávida e havia perdido os gêmeos que esperava no ataque de um grupo de skinheads. O corpo dela apresentava marcas de faca com as iniciais "SVP", siglas de um partido de extrema direita suíço. O caso gerou repercussão porque, inicialmente, se imaginava que Paula havia sido vítima de xenófobos.

Compartilhe: