Jornal do Brasil

Terça-feira, 24 de Abril de 2018 Fundado em 1891

País

Melhorias no País começaram antes Lula, diz Marina

Jornal do Brasil

Portal Terra

SÃO PAULO - Em entrevista ao jornal espanhol El País, a ex-ministra do Meio Ambiente e provável candidata do PV à presidência do País, Marina Silva, disse que é necessário reconhecer que as melhorias no Brasil tiveram inicio há 16 anos, antes da chegada de Luiz Inácio Lula da Silva a presidência do País.

Quando perguntada se manteria a política econômica de Lula, Marina disse que "existe o reconhecimento de que nos últimos 16 anos, o Brasil conseguiu o equilíbrio fiscal e a estabilização da moeda, junto com a grande inovação introduzida por Lula na questão da distribuição de renda".

De acordo com a ex-ministra, ela deixou o governo porque não teve o apoio necessário para aplicar as políticas de meio ambiente, tal como foram concebidas.

- Em três anos conseguimos diminuir o desflorestamento em 57%, mas ao não se cumprir outras diretrizes, corria-se o risco de a Amazônia voltar a ser destruída. Tomamos medidas drásticas de cortar crédito de empresas ilegais, e prender, não só quem destruía a selva, mas também quem plantava, produzia e exportava. Isso criou uma grande tensão, tanto comigo, quanto com a minha equipe e vimos que o governo estava disposto a derrogar essas medidas - disse ela o jornal espanhol.

Ela disse que os habitantes da Amazônia nunca acreditaram na preservação de um "santuário intocável". Para ela, desde quanto Chico Mendes começou sua luta, o grande desafio sempre foi integrar o meio ambiente com desenvolvimento econômico em uma equação mista, sabendo que não é possível repetir os mesmo erros cometidos com a Mata Atlântica (da qual só restam 5%).

Quando perguntada se a culpa pela falha na política ambiental seria de Lula, Marina disse que "não se trata de personalizar". Para ela assumir a economia sustentável como estratégia é algo complicado, que não existe em nenhum lugar do mundo.



Compartilhe: