Jornal do Brasil

Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

País

Comissões do Senado empregariam funcionários fantasmas

Jornal do Brasil

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Pelo menos sete comissões do Senado teriam funcionários fantasmas, ou seja, servidores lotados nos órgãos, mas que trabalham efetivamente nos gabinetes dos senadores em Brasília ou nos escritórios nos Estados. De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo deste domingo, a maioria dos servidores são apadrinhados de senadores, fazendo trabalho político em vez de servirem às comissões.

No total, o Senado possui 12 comissões, sendo que todos os 61 servidores nelas lotados são funcionários não concursados. As comissões fazem a primeira análise dos projetos antes da votação e podem ainda aprovar matérias em caráter terminativo - ou seja, sem necessidade de irem a Plenário.

Um dos exemplos, segundo a Folha, seria o motorista do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), cassado no escândalo do mensalão. Eduardo Nunes Serdoura daria expediente no Rio, mas seria funcionário fantasma da Comissão de Infraestrutura do Senado até o dia 10 de julho.

Também teriam casos semelhantes as comissões de Assuntos Econômicos, Assuntos Sociais, Direitos Humanos, Desenvolvimento Regional, Meio Ambiente e Orçamento.

Compartilhe: