Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

País

Caso Isabella: promotor diz que agiu como advogado

Jornal do Brasil

Portal Terra

SÃO PAULO - O promotor Francisco Cembranelli, que denunciou formalmente à Justiça Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, afirmou que agiu muitas vezes como o advogado do próprio casal, na tentativa de analisar todas as linhas de investigação sobre a morte da menina Isabella Nardoni, filha de Alexandre.

- Eu fiz, muitas vezes, o papel de advogado dos próprios, imaginando como seria a invasão do prédio por outra pessoa, em que momento isso teria acontecido, como, quais as razões. Mas a verdade é que não encontrei absolutamente nada que pudesse dar base a isso - disse o promotor.

Cembranelli afirmou que todas as provas analisadas apontam para o fato de que o casal estava no apartamento no momento em que a menina foi arremessada pela janela. Ele citou como exemplo o fato de, na hora exata da queda, o telefone fixo do apartamento estar sendo utilizado.

- Não existe a possibilidade de uma terceira pessoa - disse.

Compartilhe: