Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Novembro de 2017

País - Opinião

Procurem os esgotos para viverem

Jornal do Brasil

Mais R$ 864 milhões. O povo não aguenta. O volume de acusações feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) ou pela Polícia Federal (PF) a parlamentares que desviam recursos do povo para as suas fortunas pessoais é um acinte, uma afronta. É uma agressão à dignidade de um povo sofrido, desempregado, sem rumo em vida e cujo único destino, além do desamparo, a fome e o desemprego, é a morte.

O que querem esses corruptos? Legislarem para quem? Para eles mesmos? Os cidadãos brasileiros, além do nojo insuportável que já têm desses parlamentares, se tudo isso for verdade, vão exigir, a qualquer momento, que esses corruptos não continuem mais vivendo no Brasil. E que sejam acompanhados pelos empresários que também corromperam e já fogem.

O povo não terá mais condições de dividir o espaço territorial com quem não tem mais como viver no Brasil, pois se suas caras ficarem no vídeo ou na mídia por muito tempo, como deverão ficar, esses parlamentares não poderão mais andar nas ruas. O povo não permitirá. Não como uma afronta ao direito de ir e vir. O povo digno não tomará essa decisão para confrontar a democracia. Mas terão que tomar sim porque se esses senhores não tiveram cerimônia em se apropriar do Tesouro público e, estando nas ruas, poderão estar armando novos roubos contra o povo.

Procurem, corruptos e corruptores, os esgotos para viverem. É aí a sua residência. O mundo dos ratos é o esgoto.

Tags: corrupção, mpf, pf, ropubo, stf

Compartilhe: