Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Outubro de 2017

País - Opinião

O Congresso e o povo

Jornal do Brasil

O Congresso insiste em provocar o povo, com seu corporativismo. As últimas votações aprovadas que dizem respeito ao uso de um fundo partidário de R$ 3,6 bilhões e o chamado “distritão” trarão ainda mais problemas para a população.

Ao aprovarem na calada da noite tais proposições, nossos parlamentares confundem a população sobre as reais necessidades do país. Depois, os mesmos batem no peito falando em ética, combate à corrupção e compromisso com a verdade.

A História recente do Brasil mostra, porém, que o discurso da maioria dos nossos representantes não condiz com a realidade. Apenas na delação da Odebrecht, no âmbito da Lava Jato, são mais de 400 políticos citados nas negociações escusas com a empreiteira.

Em pesquisa Datafolha divulgada no fim do ano passado, nada menos que 58% consideravam a atuação do Congresso ruim ou péssima, na maior rejeição da série histórica, superando numericamente o patamar de setembro de 1993, de 56%.

Mais grave: nas eleições de 2014, 29% dos eleitores mostraram rejeição total aos políticos.

Diante da impopularidade recorde da classe política brasileira e com a vultosa cifra aprovada para os partidos, uma pergunta se torna urgente: qual será a parte de dinheiro que caberá ao partido que é contra todos 

Tags: congresso, deputados, legislativo, pesquisa, rejeição

Compartilhe: