Jornal do Brasil

Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

País - Opinião

Ao Excelentíssimo Doutor Marcelo Bretas

Jornal do Brasil

Esse "empreiteiro" que, com o ex-governador, foi envolvido num acidente que provocou mortes - inclusive de um inocente de 2 anos - na Bahia, deu um depoimento, divulgado na segunda-feira (7), no qual não teve complacência com aquele com o qual já afirmou ter uma intimidade muito estreita.

Denuncia um mentiroso e assaltante do dinheiro público - o ex-governador do Rio de Janeiro -, dizendo que deu, sim, propina, corrompeu, ajudando a destruir o estado do Rio. Foi colaborador e cúmplice na crise que gerou desempregados, mortes e balas perdidas que tomam conta do Rio.

Esse senhor, que mentiu, tenta enxovalhar todos em seus depoimentos: a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. E ainda enfrentou a Justiça, imaginando que ainda fosse governador, tentando dar "chave de galão" em quem não pode.

Os espectadores brasileiros viram pela grande mídia na televisão - que segundo os institutos de pesquisa, no horário nobre é vista por mais de 50 milhões - esta tentativa de confronto.

Excelentíssimo senhor juiz, esses 50 milhões, e os outros 150 milhões que não viram,  mas que passaram a tomar conhecimento depois, esperam um posicionamento duro para mostrar que a Justiça não pode ser confrontada por bandido.

Se não bastasse, vemos ainda no país duelo entre importantes magistrados. 

Duelos deveriam ser protagonizados por contraventores, e não por autoridades deste quilate.

Tags: acusação, cabral, denúncia, empreiteiro, juiz, rio

Compartilhe: