Jornal do Brasil

Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

País - Opinião

Comentários sobre a crise

Jornal do Brasil

A crise pode permitir uma exagerada desvalorização do real que poderia inviabilizar definitivamente a indústria nacional, muito endividada em dólares, poderiam criar sérias dificuldades para o sistema financeiro, onde só o Banco do Brasil e um banco espanhol poderiam enfrentar a crise.

***

Há informações circulando no mercado de que se o Presidente Michel Temer responder as perguntas feitas pela Polícia Federal, autorizadas pelo Ministro Edson Fachin, torna-se um desrespeito e uma quebra na hierarquia dos poderes no Brasil. Especula-se que ele não deve respondê-las.

***

Um empresário envolvido na Lava Jato tenta vender uma embarcação por um valor 20 vezes menor que o preço de compra. Orientado por seu advogado, que imagina que possa haver algum incauto que queira se envolver com essa organização criminosa, que não deveria ter o direito de vender qualquer bem que ainda possua. Pois se são considerados dolosos crimes que cometeram, os bens que possuem já deveriam ter sido sequestrados.

***

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sabe o quanto segmentos poderosos vêm tentando desmoralizá-lo. Talvez para desmoralizar a própria identidade do processo que tenta recuperar os bilhões de dólares roubados do povo. Não será surpresa, se em poder de algum desses que vêm sendo atingidos pela tentativa de desmoralização, não exista uma bomba que, com certeza, será detonada, acabando definitivamente com a hipocrisia desses falsos honestos e críticos à PGR.

Tags: fachin, investigação, janot, lava jato, país, temer

Compartilhe: