Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

País - Opinião

Cabral, o menino hostilizado no Ciep e a ironia do destino em fatos e versões

Jornal do Brasil

Um vídeo que circula na internet há mais de seis anos, que teve milhares de acessos e que provocou, inclusive, ameaças de morte ao autor das imagens mostra quem era Sérgio Cabral já na época em que ele ainda governava o Estado do Rio de Janeiro.

Ao visitar um Complexo Esportivo, Cabral ouve de um adolescente de 16 anos algumas reivindicações para melhorar o funcionamento do local para os moradores. O então governador, ao lado de seu vice Luiz Fernando Pezão, hoje governador do estado, hostiliza o adolescente.

>> Vídeo mostra a hostilização do governador com o adolescente

Vídeo registrado pelo Blog do Ricado Gama mostra a hostilização do governador com o adolescente
Vídeo registrado pelo Blog do Ricado Gama mostra a hostilização do governador com o adolescente

Com educação e respeito, o rapaz continua a abordagem e segue caminhando ao lado de Cabral. O menino insiste no pedido de melhorias para sua comunidade e reclama da repressão da polícia e do "caveirão" em relação aos moradores da favela. A resposta de Sérgio Cabral é a seguinte: "Deixa de ser otário, rapá! Fazendo discurso de otário".

O rapaz foi humilhado seis anos atrás pelo governador por reivindicar melhorias sociais. O fato inclusive fez surgir versões em blogs afirmando que ele teria, hoje, se tornado agente penitenciário da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), trabalhando no pavilhão onde Sérgio Cabral está preso desde novembro por crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e formação de quadrilha. 

Esta versão é tida como falsa, uma ironia em cima de tristes fatos que as câmeras flagraram. O menino na verdade se chamaria Leandro dos Santos. Mas o que realmente importa, e que é verdade tantos anos depois, é que quem fiscaliza Cabral na penitenciária hoje é toda a população do Rio. A mesma população que foi hostilizada pelo então governador, como aquele menino. Com ele, foram palavras rudes. Com a população, foi o desmando e um imenso leque de acusações de roubos que não param de vir à tona. 

>> Filho de Cabral responsabiliza o pai por sua campanha

Tags: cabral, ciep, lula, prisão, seap, sérgio

Compartilhe: