Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

País - Opinião

O debate dos candidatos a presidente da República

Não serão esses encontros que mudarão o voto dos eleitores

Jornal do Brasil

O debate de candidatos à Presidência da República na noite desta terça-feira (26) não deu à Rede Bandeirantes bons números de audiência. A emissora ficou em terceiro lugar, com cinco pontos, atrás da Rede Globo, com 13, do SBT, com seis, e empatada com a Record, também com cinco. 

No curso do debate havia programas em outros canais que tiveram mais audiência. Além disso, um trabalhador rural, que começa as suas atividades às 5h da manhã, ou um trabalhador obrigado a gastar duas ou três horas no trajeto entre sua casa e o trabalho, que geralmente vive em condições socioeconômicas precárias, claramente não assistiram ao debate, que começou às 22 horas de terça-feira e terminou à 1 hora desta quarta-feira (27). 

Candidatos participam de debate
Candidatos participam de debate

Os que estavam assistindo aos seus seriados ou programas preferidos em outros canais, não deram audiência ao debate, ou se deram no decorrer da noite, não deveriam estar muito interessados - se estivessem, teriam se mantido no canal desde o início. Esses telespectadores geralmente são ou do interior do Brasil ou das capitais, e representam a classe média. 

E na mais alta camada social, há dois tipos de telespectadores. Aquele que já tem formada sua opinião sobre seu candidato, opinião que não sofrerá nenhuma alteração - pesquisas já dizem hoje que a soma de votos brancos, nulos e indecisos é de 15%. E o outro é aquele que já tem seus grandes programas, ou seus jantares começam sempre às 22 horas - horário do início do debate.

Não serão nesses debates, nesses horários, que o candidato poderá ser alavancado ou poderá fazer a opinião do eleitor. Se for medida a satisfação de quem viu os debates, o percentual não deverá chegar aos 12 ou 15%. 

Além disso, esses 15% de indecisos, ou que votam nulo ou branco, podem migrar seus votos para diferentes candidatos. 

Por isso, tão próximo das eleições, os resultados mostram já claramente uma polarização entre Marina e Dilma.

Tags: #eleições2014, brasil, eleição, Eleitor, urna

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.