Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País - Opinião

A pergunta que não quer calar: quem avisou a Ray da chegada da polícia?

Jornal do Brasil

O executivo da Match, Ray Whelan, realmente não fugiu, já que saiu do Copacabana Palace antes de receber o mandado de prisão. O problema é que a forma com que ele saiu do hotel, cerca de uma hora antes da chegada da polícia, e saindo por uma porta lateral, exclusiva de funcionários - deixa claro que houve vazamento de informação.

A prova que ele foi avisado é justamente a forma com que ele deixou o hotel. A polícia, acertadamente, cobrou explicações do Copacabana Palace, e segue investigando a atuação do hotel. O advogado de Ray, Fernando Fernandes, também está sendo investigado. No meio desta caçada para descobrir que foi o alcaguete, palmas para a desembargadora Rosita Maria de Oliveira Neto, que negou nesta quarta-feira (16) a liberdade a Ray Whelan. 

Tags: Copa, hotel, ingresso, investigação, máfia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.