Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

País - Opinião

Dilma sobe nas pesquisas porque está acima das especulações

Jornal do Brasil

As últimas pesquisas apontam que Dilma Rousseff está evoluindo nas intenções de voto. Estes dados na verdade traduzem o sentimento do brasileiro com relação à Presidenta, principalmente quando escândalos e denúncias continuam estampando manchetes.

Os números mostram que o brasileiro sente que Dilma está acima dessas polêmicas. A confiança nela cresce e a sua imagem se distancia dos escândalos e especulações.

O resultado da pesquisa Datafolha divulgada no final da noite desta quarta-feira (2/7), que aponta para um aumento na vantagem da presidente Dilma Rousseff sobre os dois principais candidatos à disputa presidencial, confirma o editorial do Jornal do Brasil publicado no dia 14 de junho - "A humilhação reelege Dilma" - prevendo que as vaias proferidas à presidente durante o jogo de abertura da Copa no Itaquerão, na verdade, iria reverter em pontos positivos para a sua campanha. De acordo com a nova pesquisa do Instituto Datafolha, a petista tem agora 38% das intenções de voto, contra 20% do senador Aécio Neves (PSDB-MG), e 9% do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB). No levantamento de início de junho, Dilma tinha 34%, Aécio, 19%, e Campos, 7%.

>> A humilhação reelege Dilma

"A presidenta respondeu o que tinha que responder. Seus sofrimentos no corpo e na vida, sentidos no momento mais duro que o Brasil passou, foram grandes. Mas o sofrimento pela humilhação, representando seu país perante chefes de estado de outras nações, pode não ser respondido apenas por ela, mas também pelo povo brasileiro, na ânsia de defender a nação. A resposta pode vir pelas urnas eleitorais", adiantou em seu editorial o JB. Setenta por cento das pessoas que estavam na Arena Corinthians naquela quinta-feira (12), eram pessoas ligadas diretamente as empresas patrocinadoras do Mundial. A Presidenta Dilma Rousseff foi xingada por uma elite parceira ou diretamente ligada a estas multinacionais e bancos. 

Tags: denúncas, dilma, números, pesquisa, polêmica

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.