Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País - Opinião

Fifa não tem direito de esconder nome de contraventor internacional

Jornal do Brasil

O filho de um representante da Fifa, essa entidade mergulhada em denúncias de corrupção, trabalha ou recebe de uma grande empreiteira. Agora, vem o escândalo da venda dos ingressos para o Mundial no Brasil. O JB estranha as exigências feitas pela Fifa, quando na verdade o presidente da Federação é que já deveria ter detido para prestar depoimento.

Sim, porque em qualquer país normal o senhor Blatter já estaria detido para responder por que um contraventor internacional, que agrada a grandes grupos, atuou durante anos e anos na venda de ingressos superfaturados.

Jornal do Brasil não admite que figuras como Joseph Blatter e a Fifa façam qualquer tipo de exigências para apresentar o chefe da quadrilha da venda de ingressos.

Em qualquer país, onde a polícia é severa, se a Fifa escondesse o nome de um contraventor, a entidade também estaria em maus lençóis por acobertar um criminoso. O que o JB pede é que a polícia brasileira prenda o estelionatário que estava escondendo dinheiro e que deveria estar preso, como em qualquer país do mundo.

Tags: federação, futebol, opinião, país, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.