Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

País - Opinião

A sociedade está pagando por um erro da Justiça

Jornal do Brasil

Se o despacho do ministro Teori Zavascki foi baseado em um erro processual que permitiu que esses senhores "delinquentes" - que passaram a ser conhecidos no país pelas denúncias de corrupção e por promoverem, com supostas irregularidades, a desvalorização do patrimônio nacional em mais de 20% - fossem libertados, a sociedade está pagando por um erro da Justiça. 

Ser doleiro e ser corrupto é ser criminoso. Tanto que um dos supostos criminosos que recebia informações privilegiadas de determinado segmento da polícia já estava se preparando para deixar o país antes de ser pego. Não saiu porque a operação acabou acontecendo antes do que se previa.

Agora, com todas as denúncias divulgadas, com todas as provas sendo publicadas e de conhecimento da sociedade, como esta mesma sociedade vai voltar a receber um criminoso em seu convívio? E ainda com o risco de ele fugir com o patrimônio nacional, dinheiro que não pertence a ele, mas ao povo. Ou ainda com o risco de o diretor acusado de corrupção voltar para casa para continuar a se desfazer de provas que podem comprometê-lo ou a outras pessoas.

Não defendemos a arbitrariedade ou o não cumprimento da lei. Defendemos a lei. Se ela não foi bem cumprida por homens da lei, que os superiores punam quem errou, se realmente houve erros. Mas deixar criminosos voltarem ao convívio da sociedade é um desrespeito ao povo. Se é possível corrigir erros da lei, que isto seja feito imediatamente para que criminosos não saiam da cadeia.

Tags: ação, brasil, crime, erro, justiça

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.