Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País - Opinião

Ações covardes da criminalidade no Rio não ficarão sem resposta do Estado

Jornal do Brasil

Os ataques às Unidades de Polícia Pacificadora no Rio, na noite de quinta-feira (20), fruto de uma ação criminosa e orquestrada, devem e estão tendo uma resposta à altura. A imediata reação do governo mostra que ataques covardes que visam minar a segurança e intimidar a sociedade não ficarão sem resposta.

O Jornal do Brasil, atento ao comportamento do poder público, tem o olhar aguçado e o tom crítico com os desmandos, mas não aceita ações traiçoeiras contra cidadãos e se solidariza com o governo nas decisões firmes e acertadas pelo bem da sociedade.

A Polícia Militar, na dura luta contra a criminalidade, tem perdido heróis. Isso não pode ficar sem uma reação firme e exemplar. O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, tem conduzido com habilidade e rigor o árduo desafio de devolver a paz às comunidades do Rio. O JB sabe que o Estado saberá mostrar a sua força para restabelecer a ordem e o bem comum.

Tags: ataque, crime, pacificação, polícia, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.