Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

País - Opinião

Dilma, Brasil e Cuba: dois pesos e duas medidas

Jornal do Brasil

A ida da presidenta Dilma Rousseff a Cuba vem sendo execrada por segmentos da sociedade, que talvez não se lembrem que o que materializou a necessidade da vinda de médicos estrangeiros ao Brasil, e particularmente ao Rio, foi a morte de uma menina que, ferida na cabeça, não encontrou num hospital municipal um neurocirurgião que a operasse.

Todos criticam Dilma, mas ninguém critica as empresas brasileiras que foram à mesma Cuba ganhar dinheiro em um país de população pobre e carente.

E ninguém critica Dilma por levar, sob suas asas, empresas brasileiras para ganhar dinheiro em Cuba, sem qualquer tipo de concorrência. Talvez os salários pagos aos cubanos não possam ser mais altos justamente por causa do ganho fácil das empresas brasileiras.

Dilma foi a Cuba por razões sociais e humanitárias. As grandes empresas brasileiras - que a sociedade poupa de ataques - vão por motivos bem menos nobres.

Tags: brasil, Cuba, empresa, médico, SAÚDE

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.