Jornal do Brasil

Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Economia - Negócios e Marketing

Parceria internacional permite venda de ebooks com comissão em redes sociais

Além dodireito autoral, acordo assegurapagamento de comissão por livros vendidos 

Jornal do Brasil

Os escritores brasileiros poderão vender seus próprios livros digitais e também de outros autores por meio das redes sociais e ainda receberão comissão sobre as vendas, além do direito autoral.

O acesso a este sistema passa a ser possível, a partir desta semana, através da parceria inédita no mercado editorial do país, entre a Bibliomundi, plataforma nacional de autopublicação e distribuição de ebooks, e a empresa francesa 7switch, uma central de vendas de livros digitais em redes sociais, blogs e sites.

Os escritores brasileiros poderão vender seus próprios livros digitais e também de outros autores por meio das redes sociais e ainda receberão comissão sobre as vendas, além do direito autoral
Os escritores brasileiros poderão vender seus próprios livros digitais e também de outros autores por meio das redes sociais e ainda receberão comissão sobre as vendas, além do direito autoral

Lançada em 2015 como um ramo da immatériel.fr (distribuidor digital independente da França), a 7switch é uma plataforma que gera um link de cada ebook para divulgação em sites, blogs e redes sociais dos autores. Quem comercializar as publicações da Bibliomundi utilizando a 7switch ganhará comissão adicional aos direitos autorais, que pode variar de 15% a 21% dependendo  do volume de vendas. O sistema também está disponível para editoras parceiras da Bibliomundi.

A Bibliomundi é a primeira plataforma brasileira de autopublicação que permitirá a venda direta de livros digitais aos leitores por meio de comunidades online.  A Bibliomundi contribui com o conteúdo de obras em Língua Portuguesa publicadas na plataforma e a 7switch entra com a ferramenta para esta venda nas mídias sociais.

"No momento em que os autores vão em lojas como a Google Play ou a Kobo, eles podem pegar o link do livro deles e compartilhar nas redes sociais. Quando é vendido, o escritor apenas recebe o valor referente ao direito autoral. No caso da 7switch, existe um adicional de comissão quando o ebook é vendido pelo link gerado pela plataforma. É como um programa de afiliados", explica Raphael Secchin, fundador da Bibliomundi.

Os usuários da Bibliomundi não ficarão restritos a divulgar apenas os ebooks publicados na plataforma. Eles também poderão recomendar livros de terceiros que estão no site da 7switch e faturar comissões caso consigam vendas através de seus canais. Nos últimos dois anos, a empresa francesa estabeleceu várias parcerias na Alemanha e na América do Norte e exibe em seu site mais de 300 mil ebooks em seis idiomas. Com mais de 1.000 ebooks e 3.700 autores cadastrados, a Bibliomundi fornecerá os primeiros livros em português para a 7switch.

A parceria dá sequência à expansão internacional da Bibliomundi, que já tem entre lojas parceiras a Kobo e a Google Play, ampliando o acesso de autores brasileiros ao mercado global. Raphael Secchin ressalta que editoras também poderão se beneficiar. "Se a editora tiver uma conta de mídia social, pode se cadastrar e recomendar seus livros digitais e de outras editoras. Blogueiros também podem participar e recomendar os livros passando a receber comissão das vendas em seu canal", esclarece. 

Link dos ebooks: https://www.7switch.com/pt/list/new/territory-FR/lang-por/page/1

Tags: 7switch, bibliomundi, editorial, educação, negócios

Compartilhe: