Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Esportes - Londres - Olimpíada 2012

Mesmo desfalcada, Liga Diamante já traz clima olímpico a Londres 

Portal Terra

Havia um temor de que a etapa de Londres da Liga Diamante, realizada sexta-feira e sábado, estivesse esvaziada por conta da proximidade com a Olimpíada 2012. Engano: mesmo estando a menos de duas semanas da cerimônia de abertura do maior evento poliesportivo mundial, dia 27, a competição no estádio de atletismo do Crystal Palace National Sports Centre contou com astros de primeira grandeza do atletismo mundial, ajudando a empolgar os discretos londrinos às vésperas dos Jogos Olímpicos.

O evento valeu para consolidar entre os britânicos a torcida pelos atletas do Reino Unido no atletismo. Com direito a balões, mascote, telões e pulseiras, os torcedores puderam conhecer melhor e empurrar corredores, saltadores e arremessadores. Nem mesmo a chuva diminuiu a festa dos fãs, que aplaudiram a festa e, enfim, mostraram-se capazes de exibir espírito olímpico diante de uma cidade que parecia fria às vésperas da abertura olímpica.

É bem verdade que Usain Bolt, o showman jamaicano do atletismo e maior nome da modalidade na atualidade, não compareceu. Maurren Maggi, Asafa Powell e outros destaques também não. Liu Xiang, nos 110 m com barreiras, teve participação discreta - desistiu da final após vencer a semifinal e reclamar de dores. Mesmo assim, nomes como Tyson Gay (Estados Unidos) e Dwain Chambers (Reino Unido) animaram a torcida inglesa que compareceu para ver os 100 m na sexta-feira. Chambers decepcionou e nem foi para a final, mas Gay - recuperado de cirurgia - venceu a decisão e se manteve na ponta da classificação 2012 da Liga Diamante.

No sábado, não foi diferente: com Dwain Chambers (foi quarto colocado na final masculina do revezamento 4x100 m) e Christine Ohuruogu (vitória na final feminina dos 400 m), os torcedores presentes puderam vibrar com a festa sob a quase permanente chuva de Londres ¿ até a australiana Sally Pearson foi muito aplaudida para a final dos 100 m com barreiras. De quebra, o encerramento da festa teve mensagens de incentivo olímpico e passeio dos atletas sobre uma réplica de um ônibus de dois andares, ao som da mais do que manjada London Calling, da banda The Clash.

Como de costume, Ohuruogu confiou em sua forte chegada e tomou a primeira posição nos metros finais da prova, deixando Amantla Montsho, de Botsuana, em segundo lugar. O tempo de 50s42 foi o melhor da britânica em três anos, mas ela afirmou estar atrás apenas de sua melhor forma para a Olimpíada. Otimismo e festa para os londrinos, fogos de artifício nos céus e a certeza: a torcida está pronta para apoiar seus atletas na Olimpíada.

Tags: 2012, atletismo, diamond, esporte, league, Londres, olimpíadas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.