Jornal do Brasil

Sábado, 27 de Maio de 2017

Juventude de Fé

Tu Vens, eu já escuto teus sinais (2ª semana)

Walmyr Junior

Mais uma vez nos encontramos nessa coluna para voltar nossos olhos, sentidos e relações para o Novo que se inicia no tempo do Natal. Estamos na segunda semana do advento e este tempo de conversão nos remete a pensar sobre as demandas que acumulamos para testemunhar o tempo de graças que vivemos e profetizar as maravilhas do nascimento do Menino Deus. 

João Batista representa um pouco do que queremos falar sobre o anuncio radical do Evangelho. Anuncio feito não só com as palavras, mas com o comportamento no cotidiano, com o testemunho, com relações que mudam vidas, com atitudes que vão nutrir corações e gerar comunidade. 

Como surpresa do Natal é anunciada por João Batista? Seu ato de desapego e desprendimento material é uma das coisas mais brilhantes da experiência da conversão. Os evangelistas relatam que João vivia a utilizar roupas simples e mantinha uma dieta sem luxo e abundancia, cumprindo a profecia de Isaías que disse: “Esta é a voz que clama no deserto, preparai o caminho do senhor”Lc 3,4.

João construiu comunidades, fez discípulos, batizava no Rio Jordão e perdoava os pecados dos arrependidos. Lutou contra o farisaísmo praticou a caridade e orientou o povo a compartilhar seus bens com os mais pobres: “Quem tiver duas túnicas, reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos faça da mesma maneira” Lc3,11

O advento não é tempo de uma simples comemoração do Natal, que geralmente nos remete a presentes e comidas, esse tempo litúrgico só tende a nos impulsionar para um encontro pessoal e comunitário com Jesus. O termo metanoia, que quer dizer conversão, é a tradução da proposta do Menino Deus. Vejamos: na eucaristia é celebrado a vivencia de um mundo diferente, constituído em uma comunidade, que sempre coloca à mesa comum o pão para ser partilhado. 

No altar da ceia comunitária vemos a celebração do amor, do sacrifício, da cumplicidade, da reciprocidade, da comunhão! É o tempo da esperança, do fazer-se presente, do estar aberto ao outro e ficar despreocupado com a austeridade, deixar-se dominar pelo bem comum, e não do bem para mim. 

João Batista é aquele que serve de referencia de testemunho de conversão. Sua humildade não limita sua oferta, pelo contrário, prepara o caminho de Jesus e se compromete em anunciar a salvação para todos os povos e nações! É sobre as mãos dele que Jesus também é batizado. 

Vamos na terceira semana do Advento mergulhar em outros mistérios desse tempo de graça. Se perguntar um pouco mais sobre quem é esse menino que tem seu berço de palha, que nasce dentro de um estabulo, tem sua infância pobre e sua morte de na cruz. Quem é esse Deus? 

* Walmyr Junior é morador de Marcílio Dias, no conjunto de favelas da Maré, éprofessor, membro do MNU e do Coletivo Enegrecer. Atua como Conselheiro Nacional de Juventude (Conjuve). Integra a Pastoral Universitária da PUC-Rio. Representou a sociedade civil no encontro com o Papa Francisco no Theatro Municipal, durante a JMJ

Tags: Artigo, Fã, júnior, juventude, texto, walmyr

Compartilhe: