Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Colunistas - Juventude de Fé

Cracóvia 2016: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia”

Jornal do BrasilWalmyr Junior *

O coração batia forte, as pernas balançavam de nervoso, o sol quente na cabeça e os olhos se inundavam de lágrimas ao ver o velhinho da roupa branca falar para nós, jovens de todo o mundo... esse misto de sensações senti nas ultimas duas Jornadas Mundiais da Juventude que participei, em 2011 em Madrid e em 2013 aqui no Rio de Janeiro . 

Esse ano, direto da Cracóvia, jovens de todas as nações dão boas vindas a Francisco no maior evento de Juventudes do mundo.  Esse ano o lema da XXXI Jornada Mundial da Juventude é: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” (Mt 5:7). 

A abordagem temática leva as juventudes ao coração misericordioso de Jesus. As Bem-aventuranças, que são o coração do ensinamento de Jesus Cristo, indicações das atitudes que nos aproximam do Reino dos Céus, anunciadas na beira do Mar de Galiléia. 

A essência das bem-aventuranças são nitidamente descritas no pastoreio e pontificado de Francisco. Ele mostra cotidianamente para à Igreja o amor de Deus ao homem e a necessidade de que nós sejamos misericordiosos com outros. Por isso enfatiza com tanta frequência a necessidade de acolhermos a todos e todas. 

Seus discursos incluem a defesa da dignidade da população LGBT, a pureza e também sacralidade na vida de segunda união matrimonial, no cuidado com o meio ambiente, no enfrentamento as desigualdades sociais. 

É fácil perceber essa inclinação do Papa quando olhamos para a sua carta para o encontro: “Jesus, quando enviou os Doze em missão, disse-lhes: «Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos; nem alforge para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado; pois o trabalhador merece o seu sustento» (Mt 10, 9-10). A pobreza evangélica é condição fundamental para que o Reino de Deus se estenda. As alegrias mais belas e espontâneas que vi ao longo da minha vida eram de pessoas pobres que tinham pouco a que se agarrar.” 

A escolha da cidade de Cracóvia, como lugar de encontro, partilha e celebração,nos leva a misericórdia, tempo que a Igreja no mundo inteiro vive intensamente com a promoção do Ano Santo. A Experiência marcada pelo amor esponsal, a exemplo da relação de Santa Irmã Faustina e o coração Misericordioso do mestre, levam os jovens peregrinos a mergulhar nas maravilhas desse amor. Em Cracóvia os jovens poderão visitar o lugar das revelações, a tumba de Santa Faustina Kowalska e o santuário, lugar no qual João Paulo II confiou o mundo à Divina Misericórdia.

Vivamos essa graça, mergulhemos na misericórdia, nos unamos em oração com a Juventude que vive e saboreia a JMJ 2016.

* Walmyr Júnior é morador de Marcílio Dias, no conjunto de favelas da Maré, é professor, membro do MNU e do Coletivo Enegrecer. Atua como Conselheiro Nacional de Juventude (Conjuve). Integra a Pastoral Universitária da PUC-Rio. Representou a sociedade civil no encontro com o Papa Francisco no Theatro Municipal, durante a JMJ.

Tags: Artigo, Fã, juventude, júnior, texto, walmyr

Compartilhe: