Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Imprensa internacional destaca final entre Alemanha e Argentina

Agência Brasil

A final da Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina nesye domingo (13), às 16h, no Maracanã, é destaque na capa dos principais jornais no exterior. A capa do site do jornal argentino Clarín traz várias reportagens sobre a expectativa de vitória da seleção. Com a manchete Argentina, pela glória no Brasil, o diário ressalta que a partida contra a Alemanha é a mais importante da Alviceleste nos últimos 24 anos.

O jornal também mostrou a festa azul e branca nas ruas e nas praias do Rio de Janeiro com a invasão dos hermanos e destacou que a final terá a presença de dez mandatários, como a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente russo Vladimir Putin, mas não contará com a presidenta argentina Cristina Kirchner por problemas de saúde.

O também argentino La Nación destaca o grande aparato policial nas ruas do Rio, principalmente no entorno do Maracanã, por causa da tensão crescente entre torcedores brasileiros e argentinos e depois de “outra humilhante derrota da seleção brasileira, desta vez contra a Holanda.” O Brasil perdeu ontem (12) de 3 a 0 contra a seleção holandesa e ficou em quarto lugar no Mundial.

Com o título Argentina e Alemanha se reencontram em decisão com cara de tira-teima, a agência alemã de notícias Deutsche Welle comenta que as seleções já decidiram duas vezes um Mundial, com uma vitória para cada. “Final no Maracanã marca duelo de estilos: entre uma equipe que aposta na força do conjunto e outra que joga em função de seu craque”, diz o texto, em referência ao jogador Messi.

A Deutsche Welle também traz reportagem mostrando que os brasileiros querem que a Alemanha seja campeã, apesar de ter derrotado por 7 a 1 o Brasil na semifinal, devido à rixa entre torcedores brasileiros e argentinos e ao carisma da seleção alemã. Com uma foto do jogador David Luiz caído no gramado após o jogo, o veículo ainda noticiou que a seleção brasileira se despediu da Copa nesse sábado sob vaias, gritos de "olé" e com uma derrota por 3 a 0 para a Holanda.

O jornal The New York Times destaca que Lionel Messi não é adorado na Argentina como o grande ídolo Diego Maradona, mas que essa história pode mudar caso a Albiceleste leve a taça de campeã este domingo. A publicação ainda comentou sobre o desânimo da torcida brasileira com a seleção após as goleadas da Alemanha e da Holanda.

Tags: copa do mundo, final, imprensa, jornais, repercussão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.