Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Forças de segurança fazem treinamento integrado para a final da Copa

Agência Brasil

Sob comando do Centro de Coordenação de Defesa de Área do Rio de Janeiro (CCDA-RJ), cerca de 200 homens das Forças Armadas e integrantes das forças de segurança pública efetuaram na manhã de hoje (12) treinamento  para garantir a segurança da presidenta Dilma Rousseff e dos chefes de Estado e de governo estrangeiros que assistirão, neste domingo (13), no Maracanã, à partida final da Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina.

Carros oficiais, ônibus fretados, além de veículos das forças integradas de segurança, precedidos de batedores da Polícia do Exército e da Polícia Militar do Rio de Janeiro,  participaram do simulado. Segundo informou o porta-voz do CCDA-RJ, major Marco Ferreira, o objetivo  foi aperfeiçoar a operação de segurança que já vinha sendo feita para o Mundial e treinar as rotas que serão percorridas pelos comboios amanhã.

Foi simulada a chegada da presidenta Dilma ao Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, em Laranjeiras, zona sul da cidade, proveniente do 3º Comando Aéreo  Regional (Comar), no centro, e também o deslocamento dos chefes de Estado e de governo. Um pelotão do 1º Batalhão de Guardas  (1ºBG) reforçou a segurança no entorno do palácio, enquanto um helicóptero sobrevoou as imediações. Após o almoço que a presidenta da República oferecerá aos dignatários estrangeiros, ocorrerá o deslocamento dos comboios na rota previamente estabelecida, que levará as comitivas do Palácio Guanabara até o portão E1 do estádio. Ainda não foi definido o horário de saída de Dilma da sede do governo do Rio após o almoço, disse o major.

Treinamento das atividades relativas à segurança da presidenta Dilma Rousseff e demais chefes de estado que estarão no Rio para a final da Copa do Mundo, no Maracanã Tomaz Silva/Agência Brasil

Marco Ferreira esclareceu que todas as rotas percorridas no treinamento já foram reconhecidas por homens do Gabinete Institucional da Presidência da República. “Hoje, foi o exercício no terreno”, explicou. O major assegurou que as forças de segurança estão preparadas para enfrentar quaisquer situações que possam significar risco às comitivas. “Nós temos uma avaliação de risco das diversas situações. Não há uma situação específica para que se faça o treinamento. Estamos preparados para qualquer situação”, disse ele, e informou que o helicóptero que participou do simulado leva uma equipe tática pronta para agir em qualquer eventualidade, incluindo manifestações contrárias à Copa.

A previsão, segundo Ferreira, é que compareçam ao almoço com a presidenta Dilma e, depois, ao jogo no Maracanã, cerca de dez dignatários. O deslocamento deles, amanhã, envolverá comboios individualizados. “Cada chefe de Estado tem o seu comboio, e a nossa equipe fará a escolta deles”, relatou o major. De acordo com a assessoria do Ministério da Defesa, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, também confirmou presença no evento. Todos os veículos que serão usados pelos mandatários estrangeiros, e também o da presidenta Dilma Rousseff, passarão por varredura prévia.

De acordo com Marco Ferreira, 9,3 mil homens das Forças Armadas reforçam  as forças de segurança integradas por 16 mil policiais militares, policiais rodoviários federais, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros na operação da final da Copa do Mundo de Futebol. “O trabalho que a segurança pública tem feito está excelente. Amanhã, tudo vai dar certo”, manifestou.

A pedido das forças de segurança, a Rua Pinheiro Machado, em Laranjeiras, será interditada ao tráfego amanhã, nos dois sentidos, a partir das 10h, prevendo-se a sua reabertura às 14h30. Toda a área será monitorada pelo Centro de Operações Rio.

Segundo informou a  assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, a chegada da presidenta Dilma ao Aeroporto Santos Dumont  está prevista para as 11h30 deste domingo. O  almoço em homenagem aos chefes de Estado e de governo, participantes do encerramento da Copa, começará às 12h30. Dilma retorna às 19h de amanhã para Brasília, onde receberá o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na segunda-feira (14).

 

Tags: ccda-rj, copa do mundo, forças de segurança, Rio, RJ

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.