Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

"Meus pesadelos nunca foram tão ruins", diz Dilma em entrevista à CNN

"Reagir à derrota é marca de uma grande nação"

Jornal do Brasil

A presidente Dilma Rousseff deu a primeira entrevista após a derrota da Seleção Brasileira para a Alemanha pela semifinal da Copa do Mundo, na terça-feira (8), em Belo Horizonte. Nesta quarta-feira, Dilma recebeu a jornalista americana Christiane Amanpour, da CNN, no Palácio do Planalto e comentou a derrota por 7 a 1.

A CNN ainda não exibiu a reportagem, mas, através do Twitter, a jornalista resumiu o conteúdo da conversa com a presidente. "O Brasil pode estar chocado, mas serei firme na entrevista exclusiva com a presidente Dilma hoje, em Brasília, sobre a Copa do Mundo e outros assuntos", adiantou a jornalista em um post na rede social. 

Ainda de acordo com Christiane, Dilma disse que, apesar da derrota, o Brasil e o futebol retornarão e que "nem em seu pior pesadelo" ela poderia imaginar o resultado do jogo. Dilma teria dito também que "reagir à derrota é a marca de uma grande nação" e que "o Brasil vai ser capaz de superar essa situação extremamente dolorosa".

Ainda de acordo com a repórter, Dilma afirmou acreditar que as ausências de Neymar e Thiago Silva tiveram "efeito significativo" para o resultado. A presidente também pediu apoio à seleção.

A presidente já havia lamentado em seu Twitter o resultado da partida. "Assim como todos os brasileiros, estou muito, muito triste com a derrota. Sinto imensamente por todos nós, torcedores, e pelos nossos jogadores", escreveu. E depois completou: "não vamos nos deixar alquebrar. Brasil, 'levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima'".

 

Tags: ALEMANHA, brasil, cnn, Copa, dilma, Twitter

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.