Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Maracanã passa por últimos preparativos para receber sua segunda final de Copa

Portal Terra

A grama em recuperação, tribuna de imprensa ampliada e palco para que os campeões recebam o troféu em montagem. Desde sábado o Maracanã está sendo preparado para a grande final do próximo domingo, a segunda final de Copa do Mundo de sua história. 

Hoje era possível ver as cadeiras sendo retiradas dos setores onde está sendo montada a plataforma onde a presidente Dilma Roussef e o presidente da Fifa, Joseph Blatter, vão entregar a taça ao capitão da seleção campeão. Além disso catracas, sinalização, banheiros e corredores estão sendo revisados para que tudo esteja em ordem. “O bom é que o Maracanã já vem sendo testado há bastante tempo e não precisa mexer muito na operação”, comenta o diretor de Comunicação do Comitê Organizador Local, Saint Clair Milesi.

Responsável pelo gramado, Frederico Nantes, garante que o campo de jogo deve estar em condições ideais no domingo. “No Rio está sendo feito algo diferente. Nossa expectativa é que todos os gramados sigam em ótimas condições para os quatro últimos jogos e não acredito que tenhamos problema. No entanto, existem pragas que em seis ou oito horas podem destruir um gramado. Mas estamos trabalhando para que qualquer coisa aconteça”, afirmou.

Nantes afirma que a cerimônia de encerramento não vai danificar o gramado. “Todo estádio que recebe a abertura ou encerramento de uma Copa do Mundo sabe que tem uma cerimônia. Mas isso não vai prejudicar o jogo”, garante. A cerimônia de encerramento com shows de Shakira e Ivete Sangalo deve durar no máximo 15 minutos, garantiu a organização. “Sabemos que existe a colocação de lona, montagem de palco, mas tudo foi planejado com a área de competições”, afirmou. Os ensaios devem acontecer na sexta-feira e no sábado e ainda não há confirmações se os finalistas vão poder treinar no Maracanã no sábado. 

Outro grande desafio para a final é fazer com que as filas funcionem bem e os espectadores demorem menos tempo nas filas nos intervalos dos jogos. “Nosso departamento de marketing está trabalhando junto à concessionária para que tudo funcione bem. “Estamos em reuniões constantes para que tudo seja resolvido e funcione como deve”, disse Délia Fischer, porta-voz da Fifa. Parece até que a Copa do Mundo vai durar mais uns 30 dias.

No quesito segurança do público, o setor responsável do COL, da Fifa e do Governo do Estado, estão esperando para saber quem serão os finalistas para saber que medidas adicionais deverão ser tomadas. Em caso de Brasil e Argentina, o número de seguranças privados deve aumentar. O Grupo Especial de Policiamento do Estádio, da Polícia Militar do Rio, o Gepe, deve ser reforçado dentro do estádio e os cordões de isolamento policial feito ao redor do Maracanã devem ser ampliados. Não se descarta a presença do exército, como foi na final da Copa das Confederações em 2013, já que há um protesto convocado para a Praça Saens Peña, na Tijuca, no dia da partida, a menos de dois quilômetros da porta do estádio. O esquema deve ser divulgado apenas na sexta-feira. 

Tags: . final, brasil, Copa, Mundo, palco, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.