Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Após derrota histórica, Brasil aguarda adversário para disputa do terceiro lugar

Agência Brasil

O Brasil foi derrotado pela Alemanha no final da tarde de hoje (8), em Belo Horizonte, e está fora da final da Copa do Mundo. A derrota veio com requintes de crueldade, com uma goleada de 7 x 1. A Alemanha garantiu a vaga para a final e ao Brasil resta juntar os cacos para disputar o terceiro lugar contra o perdedor de Holanda e Argentina, que jogam a outra semifinal amanhã (9).

Qualquer que seja o rival da disputa do próximo sábado (12), em Brasília, a situação do time brasileiro ainda pode piorar nesse Mundial. Superar a goleada histórica sofrida e reerguer a autoestima da equipe será uma da tarefa mais árduas do técnico Luiz Felipe Scolari nesta Copa.

Nos primeiros minutos da partida de hoje contra os alemães, nada indicava que a história terminaria assim. O Brasil começou o jogo pressionando a saída de bola alemã e Bernard, substituto de Neymar, foi bastante acionado no início, explorando o lado esquerdo da defesa adversária. A seleção anfitriã acreditava que seria possível suprir a ausência de Neymar e Thiago Silva e tentava dominar as ações do jogo.

Mas a Alemanha, que atacava sempre com vários jogadores, tocando bola e envolvendo a defesa brasileira, deu o implacável choque de realidade no time brasileiro e nos 200 milhões de torcedores. Em menos de 30 minutos de jogo, a seleção germânica já vencia por 5 x 0.

Os gols alemães saíram com fluidez, em ritmo de treino. Não parecia que a seleção brasileira, pentacampeã mundial e dona da casa, estava em campo. O quinto gol alemão, de Khedira, aconteceu em um exemplo da apatia brasileira. Fernandinho perdeu a bola na saída da defesa e o camisa 6 adversário tabelou com Özil e estufou a rede mais uma vez.

O segundo tempo começou com o Brasil mais ofensivo, tentando dominar e aproveitar o relaxamento natural de um time que já ganhava por 5 x 0. Boas chegadas de Paulinho e Oscar, no entanto, pararam no goleiro Neuer.

O sexto gol alemão, no entanto, foi inevitável. Com enorme facilidade, a defesa brasileira praticamente assistiu ao passe de Lahm para Schürrle. O camisa 9, que entrou no segundo tempo, tocou para as redes livre de marcação. O mesmo Schürrle fez o sétimo gol, com um belo chute de dentro da área, como sempre, com liberdade. Após buscar a bola pela sétima vez dentro do gol, o goleiro brasileiro não resistiu às lágrimas, multiplicadas nas arquibancadas do Mineirão.

O apito final do árbitro selou o destino brasileiro na Copa de 2014. O gol de honra, marcado por Oscar no final do jogo, não fez diferença. Após a partida, o zagueiro David Luiz, em entrevista, pediu desculpas pela derrota.

O sonho da final no Maracanã virou um pesadelo sem precedentes em uma Copa do Mundo. Foi a maior goleada sofrida pela seleção brasileira em Copas do Mundo.

Tags: brasileira, Copa, humilhação, Mundo, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.