Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Dilma confirma entrega de taça: "Espero que seja o Brasil"

Portal Terra

A presidente Dilma Rousseff confirmou nesta segunda-feira que entregará a taça da Fifa à seleção vencedora no próximo domingo, no estádio do Maracanã. Dilma foi hostilizada na abertura do mundial, em São Paulo, na partida entre Brasil e Croácia.

“Vou entregar a taça no domingo, e torço para que seja para o Brasil”, disse a presidente em um bate-papo com internautas.

Dilma aproveitou também para criticar mais uma vez os movimento “Não vai ter Copa” diante do entusiasmo dos brasileiros com o Mundial. “Antes falavam que não ia ter Copa. Agora, muita gente boa quer mais Copa. Tudo com gosto de quero mais”, afirmou.

>> Dilma deve ser recebida com o mesmo respeito que se tem pela nação

>>> A humilhação reelege Dilma

>> Os xingamentos a Dilma e a falta de civilidade da elite brasileira

Em outra interação com seguidores da página da Palácio do Planalto no Facebook, uma internauta elogiou a organização do Mundial e a postura da presidente diante de “tanto urubu agourento no meio do caminho”. Dilma agradeceu e disse: “belezura (de Copa) mesmo. Azar dos urubus”.

Sobre o jogo desta terça-feira contra a Alemanha, válido pelas semifinais da Copa que será realizado no Estádio do Mineirão, às 17h (de Brasília), Dilma não quis arriscar um placar. “Só quero ganhar. Na vitória, qualquer placar serve”, disse.

Indagada por um internauta sobre qual o gol tinha gostado mais, Dilma respondeu: “o gol mais bonito da nossa Seleção foi o do David Luiz, cobrando a falta. O gol mais bonito das demais seleções foi o do Van Persie, de cabeça, no jogo contra a Espanha”.

A Fifa já havia confirmado a presença da presidente na cerimônia de entrega da taça, ao lado do presidente da entidade, Joseph Blatter, e também de representantes da federação da seleção que for campeã. 

Antes de chegar as mãos de Dilma, o troféu será levado ao Maracanã pela modelo brasileira Gisele Bundchen e pelo ex-jogador da seleção espanhola, campeã em 2010, Carles Puyol. 

Tags: Copa, dilma, estádio, presidente, taça

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.