Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Argentinos e brasileiros confraternizam na chegada ao estádio de Brasília

Agência Brasil

Milhares de torcedores argentinos, brasileiros e belgas se confraternizaram na chegada para o jogo decisivo entre as seleções da Argentina e da Bélgica, no Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha. A ausência do jogar Neymar nos próximos jogos da Copa era um dos principais assuntos entre os torcedores.

Não se via rivalidade entre os torcedores, mas muita animação e abraços entre argentinos e brasileiros, com rodas de samba, apresentação de sósia do presidente Barack Obama, ciclistas e faixas saudando jogadores.

Todos, inclusive os argentinos lamentavam o episódio de ontem com o craque brasileiro. A maioria dos torcedores argentinos diziam que a saída de Neymar pode alterar a disputa da final da Copa e, assim, a final ficar entre Argentina e Alemanha. Os brasileiros, no entanto, acham que, mesmo sem Neymar, a seleção canarinha vai ganhar a Copa do Mundo de Futebol.

O argentino Alberto Gomes, de 29 anos e estudante de direito, que estava acompanhado de outros cinco argentinos, disse que a saída de Neymar alterou os rumos da copa. “Nossa torcida é por uma final entre a Argentina e a Alemanha. O Brasil sem Neymar não tem condições de vencer a Alemanha e disputar a final. Neymar era 50% do time”. Para ele, o placar de hoje será 3 a 1 para os argentinos.

Os torcedores argentinos Flávio Yobino, de 50 anos, e Alejandro Bortolot, também de 50 anos, dois comerciantes que chegaram hoje à Brasília acompanhado dos seus filhos, disseram que, com as ausências de Neymar e de Tiago Silva da próxima partida da seleção brasileira, “dificilmente o Brasil vencerá a Alemanha na terça-feira”. Eles também acreditam que a final será entre Argentina e Alemanha.

O belga Joel Bastin, comerciante de 58 anos, que mora em Brasília há mais de um ano, também foi assistir ao jogo acompanhado da mulher e dos seus dois filhos. Ele acredita que a Bélgica tenha chance de vencer o jogo de hoje, pois está com uma seleção com chances reais de vitória. “A final deve ser entre Brasil e Bélgica”, prevê Bastin.

O brasiliense Ítalo Rodrigues de Sena, professor de educação física, de 26 anos, espera que a Bélgica vença o jogo de hoje por 2 a 0. “A final da copa deve ser disputada pela seleção brasileira e a holandesa”. Sobre a lesão sofrida pelo atacante brasileiro, o torcedor disse que “o time agora vai ficar mais unido e jogar melhor em homenagem a Neymar e ao Brasil”.

Tags: agência brasil na copa, Argentina, bélgica, Brasília, Copa do Mundo 2014, neymar, reação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.