Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Hotel da Seleção tem calmaria de turistas e histeria de fãs

Portal Terra

Casa da Seleção Brasileira em todas as últimas vezes que a equipe se hospedou em Fortaleza, o Marina Park Hotel viveu uma manhã de contraste. Do lado de dentro da grade, os hóspedes que estão no badalado hotel curtiam a bela piscina e o sol durante a manhã desta sexta-feira. Muitos deles com ingresso para o jogo desta tarde, entre Brasil e Colômbia, na Arena Castelão.

Do lado de fora da grade, cercadas de perto por policiais militares, federais e seguranças do hotel, as fãs dos jogadores não paravam de gritar um minuto. Desde as 9h era possível encontrar elas penduradas em grades, já roucas de tanto que desgastaram as cordas vocais, em busca de um aceno que seja de Neymar ou David Luiz, os dois mais requisitados pelas torcedoras cearenses.

Gritos e choro assustavam até os hóspedes que estavam na piscina do Marina Park. "Alguém acode essas meninas, elas vão morrer de tanto gritar", brincava um grupo de amigos. Com camisas do Barcelona e faixas, as "Neymarzetes" como elas mesmo se apelidam eram as mais desesperadas. A histeria proporcionava frases como: "Neymar, vou gritar para te ver até o último suspiro da minha vida".

Na tarde de ontem, as mesmas fãs já fizeram plantão na porta do hotel, antes do ônibus sair rumo ao treino no Estádio Presidente Vargas. Elas chegaram até a entrar em um arbusto e se penduraram na grade que dá vista para piscina, na espera que os jogadores tivessem um momento de relaxamento no local. Hoje, a polícia colocou dois guardas para impedir que elas se aproximem dos arbustos.

O mais impressionante é que as torcedoras estão gritando pelos jogadores do lado contrário de onde eles se encontram no hotel. Modulado, o Marina Park separa os hóspedes comuns do grupo da Seleção Brasileira, mantendo a privacidade dos atletas. Os gritos histéricos estavam próximos das janelas dos hóspedes comuns.

Quem aproveitou essa movimentação na porta do hotel da Seleção foram os ambulantes. Desde cedo, era possível ver alguns vendendo sorvetes, cerveja, água e refrigerante para os fãs que fazm plantão. Garrafas long neck de cervejas eram encontradas no gramado em frente ao portão principal.

Alheios aos gritos histéricos, os jogadores passaram a manhã nos seus quartos, quebrando a tradição de sempre descer e deitar nas redes que ficam próximas à piscina, como já fizeram jogadores como Daniel Alves e Dante, em outras oportunidades. O grupo deve seguir em direção a Arena Castelão entre 14h30 e 15h para a decisão diante dos colombianos, a partir das 17h.

Tags: Copa, fãs, seleção, torcedores, turistas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.