Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Dupla de zaga brilha e Brasil vence Colômbia por 2 a 1

Thiago Silva e David Luiz marcaram para a Seleção

Portal Terra

Depois de ser eliminado nas quartas de final das duas últimas Copas do Mundo, a Seleção Brasileira se impôs para quebrar essa maldição na tarde desta sexta-feira. Jogando no Castelão, em Fortaleza (CE), o Brasil contou com gols dos zagueiros Thiago Silva e David Luiz para derrotar a Colômbia por 2 a 1 de forma sofrida, mas suficiente para entrar no caminho da Alemanha pelo hexacampeonato.

Em 2006, na Alemanha, o Brasil caiu nas quartas para o tradicional carrasco França, perdendo por 1 a 0. Quatro anos depois, na África do Sul, foi a Holanda que mandou a equipe mais cedo para casa, com vitória por 2 a 1. Contra a Colômbia, o Brasil fez boa partida, mas sofreu no final depois de ver James Rodríguez descontar de pênalti. Apesar disso, o time de Luiz Felipe Scolari está na semifinal.

Com o resultado, o Brasil vai enfrentar a Alemanha na terça-feira, às 17h (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte – mesmo palco onde o time empatou e venceu o Chile nos pênaltis, nas oitavas de final. Mais cedo, os alemães se classificaram ao vencerem a França por 1 a 0, em partida disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Felipão escalou a Seleção Brasileira com duas mudanças: Paulinho voltou ao time titular, na vaga do suspenso Luiz Gustavo, e Maicon tomou a vaga no inseguro Daniel Alves. A atuação do experiente lateral foi um dos pontos positivos do primeiro tempo, em que a equipe se portou de forma equilibrada, errou menos na marcação e abriu mão da ligação direta entre defesa e ataque. Ajudou muito, obviamente, o time abrir o placar logo aos 6min.

Neymar cobrou escanteio da esquerda do ataque e fez a bola viajar pela área sem que ninguém conseguisse fazer o corte; na segunda trave, Thiago Silva apareceu correndo por trás da marcação colombiana para completar de perna esquerda para o gol. A resposta colombiana apareceu aos 9min, com Cuadrado aproveitando sobra na entrada da área para bater com força – a bola desviou em Thiago Silva e passou rente à trave.

Daí para frente, o Brasil conseguiu se segurar, embora tenha cedido contra-ataques “matados” pela defesa com precisão, mas ainda assim perigosos. O Brasil, por sua vez, quase fez o segundo aos 18min, em chute cruzado de Hulk para grande defesa de Ospina; na sobra, Oscar chutou e o goleiro pegou bem. Aos 28min, ele mais uma vez salvou finalização de Hulk de dentro da área, pela esquerda. O primeiro tempo teve faltas duras, discussões entre os jogadores e tensão no gramado.

Pressão colombiana e gol de David Luiz

No segundo tempo, a Seleção Brasileira teve postura menos agressiva e mais conservadora, o que fez com que a Colômbia passasse a ameaçar no ataque, ainda que criando poucas chances claras de gol. Aos 19min, Thiago Silva fez falta ao tentar impedir saída de bola rápida do goleiro Ospina e recebeu o segundo cartão amarelo, o que faz com que fique fora do próximo jogo do Brasil na Copa do Mundo. Um grande susto logo aconteceu.

Aos 21min, em falta cobrada por James Rodríguez na área, a bola ficou dividida entre vários jogadores até Yepes acertar chute e marcar o gol, mas a arbitragem anotou impedimento no começo do lance. No lance seguinte, James fez falta dura em Neymar, em lance contestado no qual levou amarelo. Na cobrança, de longe, David Luiz acertou chute forte, colocado e com muito efeito: a bola entrou no ângulo esquerdo de Ospina, que não evitou o segundo gol do Brasil.

Aos 27min, Neymar quase bateu em chute da entrada da área. Já aos 32min, James Rodríguez conseguiu passe na área em contra-ataque para Bacca, que tocou na saída de Júilo César e acabou derrotado. O árbitro marcou pênalti, que o camisa 10 colombiano converteu acertando no canto direito do goleiro. A partida voltou a esquentar, e Felipão tirou Hulk para colocar Ramires e reforçar a marcação.

Aos 41min, Neymar saiu depois de levar uma joelhada nas costas em dividida de bola com Zuniga e deu lugar a Henrique. O Brasil sofreu pressão, com a Colômbia constantemente lançando bolas pelo alto. A arbitragem determinou cinco minutos de acréscimos no Castelão, nos quais a Seleção se segurou como pôde, descartando as tentativas rivais. A partida se encerrou com a bola no ataque brasileiro.

Tags: brasileira, Copa, Mundo, seleção, Vitoria

Compartilhe:

Comentários

1 comentário
  • juan eduardo garcia

    Brasil ganó el partido jugando mal, cometiendo 35 faltas y con la complicidad de un arbitro corrupto y deshonesto. Es la peor selección de Brasil de toda la historia.

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.