Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Brigador e reclamão, James Rodríguez dá adeus sob lágrimas

Portal Terra

Considerado o melhor jogador da Copa do Mundo até as quartas de final, o meia James Rodríguez foi novamente um dos destaques, mas não conseguiu evitar a eliminação da Colômbia da competição. O Brasil venceu por 2 a 1, nesta sexta-feira, na Arena Castelão, e agora encara os alemães, na terça-feira, no Estádio Maracanã. Ao final do jogo, foi abraçado pelos colegas colombianos e pelos atletas brasileiros, e não conseguiu segurar as lágrimas.

Camisa 10 da seleção colombiana, James foi eleito o melhor jogador em três das quatro primeiras partidas do Mundial e virou o centro dos holofotes ao balançar as redes em duas oportunidades no duelo contra o Uruguai, pelas oitavas de final.

A Colômbia, assim como James, se assustou com o início avassalador do Brasil. Logo aos 6min, Thiago Silva aproveitou sozinho para balançar as redes e abrir o placar para os pentacampeões mundiais.

Em seguida, James tentou puxar a responsabilidade e armar as jogadas da seleção colombiana. Irritou-se em um momento com uma falta de Fernandinho e reclamou muito com o árbitro espanhol Carlos Verlasco. Em uma rara arrancada no primeiro tempo, deixou três marcadores brasileiros para trás e abriu para Juan Cuadrado, porém Thiago Silva salvou o lance.

No segundo tempo, James voltou a se revoltar em duas oportunidades com a arbitragem espanhola. Em um levantamento na área, o zagueiro Carlos Yepes balançou as redes. Mas um dos bandeirinhas marcou impedimento.

Aos 22min, o craque do Monaco deu um carrinho e atingiu Hulk. O jogador discordou da marcação e ainda levou um cartão amarelo. Em seguida, David Luiz bateu uma bela falta e ampliou o placar.

Porém, James não desistiu e seguiu brigando pela recuperação colombiana. Aos 32min, o atleta mais badalado da competição deixou Carlos Bacca livre na cara do gol, mas o jogador foi derrubado por Júlio César e sofreu pênalti. Rodríguez assumiu a responsabilidade, diminuiu o placar e lidera a artilharia isolada com seis gols.

Nos minutos finais, o camisa 10 seguiu tentando armar as jogadas de ataque da seleção colombiana, mas o Brasil conseguiu suportar a pressão e James Rodríguez não aguentou e caiu em lágrimas. Resta para a Colômbia a melhor campanha já realizada em um Mundial e, para o artilheiro, a oportunidade de trocar o Monaco por um clube de mais expressão na Europa após a Copa do Mundo.

Tags: colombiano, Copa, craque, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.